Maria Bethânia

Maria Bethânia

Celebre a vida desta cantora inigualável da música brasileira

Divulgação

Maria Bethânia Viana Teles Veloso nasceu em Santo Amaro, no Recôncavo Baiano, em 18 de junho de 1946

Acervo pessoal

Irmã do cantor e compositor Caetano Veloso, é a caçula de 8 filhos de Dona Canô e Seu Zezinho

Acervo pessoal

Seu nome foi escolhido em homenagem à valsa de Capiba, que, na época, fazia sucesso na voz de Nelson Gonçalves

Reprodução

Estreou como cantora na peça Boca de Ouro, de Nelson Rodrigues, a convite de Caetano, que fazia a trilha sonora

Acervo pessoal

Com Caetano Veloso, Gal Costa e Gilberto Gil, compôs o grupo Doces Bárbaros - grande sucesso nos anos 70

Divulgação

Ganhou projeção nacional ao substituir Nara Leão no Opinião. Foi a primeira cantora brasileira a vender 1 milhão de cópias de um álbum, com Álibi

Divulgação

Bethânia é muito religiosa: no catolicismo, é devota de Nossa Senhora e, no candomblé, é filha de Oyá e Oxum. Ela já lançou discos em homenagem às religiões

Divulgação

Seu trabalho é muito voltado à cultura popular brasileira, sendo considerada uma “verdadeira intérprete do Brasil”

Divulgação

Também é ligada à literatura, em especial à poesia. Ela sempre incorpora trechos de poemas e livros em seus shows, além de produzir programas e discos sobre o tema

Divulgação

Em 2016, foi homenageada pela escola de samba Mangueira com o enredo campeão, Maria Bethânia: a Menina dos Olhos de Oyá

RioTur

Com mais de 50 discos, recordes de venda e parcerias com grandes nomes como Chico Buarque, Nina Simone e Omara Portuondo, Maria Bethânia é uma das maiores artistas do Brasil

Reprodução

“Eu adoro a minha caipirice. É a coisa mais chique que o Brasil tem.”

Divulgação