Vestido de noiva: alugar, comprar ou reformar?

Saiba quais critérios levar em conta na hora de escolher o melhor negócio para seu vestido de noiva

Escrito por Giselle Coutinho

Foto: Thinkstock

As noivas, independente da idade ou do tipo de casamento que irão realizar, têm em comum como maior preocupação a escolha do vestido de noiva e como fazer um bom negócio ao decidir por um determinado modelo.

O vestido de noiva tem um significado emocional único para as mulheres, mesmo para aquelas que nunca tiveram o casamento como um ideal. Para as mulheres que sempre sonharam com a cerimônia do casamento, este representa o sonho de menina de vestir-se como uma princesa; para aquelas que têm um forte vínculo com a família, simboliza os valores de seus antepassados seguindo adiante através do matrimônio; e para as que vêm o casamento como parte do ciclo da vida, exprime a evolução.

A beleza e perfeição do vestido de noiva é uma meta para todas as noivas, mas elas estão cada vez mais conscientes de que equilibrar custo e benefício é importante, tanto para conseguir um produto de qualidade quanto para não estourar o orçamento e não começar o enlace com um rombo financeiro.

A harmonia entre custos e sonhos

Para tomar a melhor decisão, a estilista Fátima Meira dá uma dica para quem quer conseguir uma proposta que harmonize visual e preço: “A noiva deve estipular a verba disponível para então decidir se vale a pena comprar ou alugar. Organizar suas finanças e suas ideias, além de muita pesquisa e paciência podem ser boas soluções para quem está em dúvida sobre o vestido de noiva”.

Os valores do mercado de trajes de casamento são diversos, mas alugar um vestido custa, em média, entre R$ 1.500 e R$ 2.000. Há também a opção do chamado “primeiro aluguel”, em que o vestido é feito sob medida e depois da cerimônia a noiva devolve para a loja alugar para outras noivas, que geralmente fica entre R$ 3.000 a R$ 4.500. Para quem pretende comprar um vestido este terá o custo de no mínimo R$ 5.000.

Quem aprecia as tradições familiares e o estilo vintage e, por isso, pretende reformar um vestido que a alguma mulher da família, deve ter em mente que a adaptação pode ter um custo alto, já que é comum haver a necessidade de ajustes, que implicam em buscar materiais iguais ou similares aos do vestido antigo.

Dependendo do estado do vestido, se estiver muito amarelado, por exemplo, ou da imensa diferença de estrutura corporal entre a noiva anterior e a atual; deve-se considerar a possibilidade de refazer o vestido sob medida comprando-o ou fazendo o acordo do primeiro aluguel.

É melhor comprar o vestido de noiva quando…

  • Não há segurança de que o vestido ficaria bom reproduzido;
  • Você quer guardar o vestido (quem sabe para sua filha usar), sabe como conservá-lo e tem espaço;
  • Você separou um bom dinheiro e isso não atrapalhará outras despesas;
  • Você quer fazer um ensaio fotográfico tipo Trash the Dress.

O aluguel é a melhor opção se…

  • Você prefere guardar apenas fotos e não o vestido;
  • Você gostou de um vestido disponível para aluguel;
  • Você acha que pode fazer o modelo que deseja através do primeiro aluguel;
  • Seu orçamento é restrito.

Um vestido deve ser reformado caso…

  • A noiva tenha um vínculo emocional por ser uma peça de família;
  • Você achar que um costureiro conseguirá fazer a reforma e o tecido e a costura permitem;
  • O custo da reforma for menor que a de um primeiro aluguel que reproduziria este vestido antigo;
  • Você pretenda manter a maior parte do visual do vestido original.

Independente se sua escolha for comprar, alugar ou reformar, sua decisão deve considerar principalmente se o vestido combina com o seu corpo e personalidade, pois no seu casamento você merece estar bem consigo mesma.

Dicas pela Web
Comentários