Dicas de Mulher Dicas de Comportamento

10 coisas para você aprender antes de fazer 30 anos

Confie na experiência: conhecer essas verdades vai ajudar você a chegar aos 30 anos de uma forma bem mais leve

em 29/05/2017

Foto: iStock

Os 30 anos são um marco na vida de qualquer mulher. Afinal, é nessa idade que deixamos de ser consideradas “jovens adultas” e passamos a ser vistas como “adultas de verdade”.

É nessa idade que começamos a pensar em aumentar os cuidados com a pele para prevenir o surgimento de rugas e manchas. Se ainda não temos filhos, é só soprar as velinhas do 30º aniversário que sentimos aumentar a cobrança da família, dos amigos e dos desconhecidos para “encomendar um bebê”.

De fato, os 30 anos trazem alguns conhecimentos que não poderíamos ter aos 20, mas que poderiam ser muito úteis para evitar uma boa dose de sofrimento na nossa juventude.

Já diz o velho ditado que “se conselho fosse bom, ele não seria dado, mas sim vendido”. Porém, acreditamos que compartilhar experiências pode nos ajudar a ter esperança de dias melhores quando tudo vai mal. Por isso, respire fundo e conheça 10 verdades que toda mulher deveria saber antes de fazer 30 anos:

1. Você merece mais

Foto: iStock

Quando somos mais novas, acabamos aceitando várias coisas que não nos fazem muito bem, seja um namorado que não nos dá atenção ou um trabalho em que não somos valorizadas. Com o tempo, percebemos que pessoas e atividades que nos fazem sofrer não devem ter lugar em nossa vida.

Você merece mais do que um parceiro que só te critica e merece um emprego melhor do que esse que você odeia. Quando você acreditar nisso, você estará aberta a encontrar o que você realmente merece.

2. Você não pode controlar outra pessoa

Foto: iStock

Você não pode obrigar uma pessoa a fazer algo que ela não quer, assim como não pode impedi-la de fazer algo que ela quer muito. É normal pensarmos que é possível mudar uma pessoa para que ela se encaixe mais no que esperamos, mas a verdade é que isso não é possível.

Tentar mudar uma pessoa só vai afastá-la da sua vida – e, algumas vezes, isso é a melhor coisa que pode te acontecer. Se você não pode conviver com determinada característica ou atitude de uma pessoa, deixe-a partir.

3. Aprender a perdoar é o segredo para seguir em frente

Foto: iStock

O perdão nos ajuda a sair, emocionalmente falando, de uma situação ruim. Ao optar por perdoar, você deixa a dor ir embora e estará aberta a novas histórias, que podem te trazer muita alegria.

Perdoar, porém, não significa aceitar tudo. Às vezes, será necessário tirar uma pessoa da sua vida, e perdoar significa parar de remoer pelo mal que ela te causou.

4. Sua intuição está certa

Foto: iStock

A idade traz sabedoria (pelo menos deveria) e, com ela, vem a experiência de que aquela sua intuição muito provavelmente está correta. Às vezes, não damos ouvidos à nossa intuição porque não gostamos muito do que ela está dizendo, mas, com o tempo, você vai perceber que ela nunca falha.

Acredite em suas percepções e no que seu eu interior está dizendo, pois isso pode te poupar sofrimento e te ajudar a tomar decisões mais sábias.

5. Pensamento positivo é essencial

Foto: iStock

Nenhum objetivo seu vai se realizar sem esforço, mas você não vai conseguir chegar a lugar nenhum se você não tiver pensamento positivo e acreditar no seu sonho. O primeiro passo para uma conquista é acreditar que é possível e conseguir visualizar você mesma depois de alcançá-la.

Por que você quer o que você quer? Como você vai se sentir depois de realizar seu objetivo? Ter as respostas para essas perguntas ajudará você a se manter motivada para perseguir suas metas.

6. Você precisa ser a sua melhor amiga

Foto: iStock

Desde a adolescência até os primeiros anos da vida adulta, nós dependemos dos nossos amigos para desabafar, pôr as ideias em ordem ou mesmo para ter uma companhia. Porém, depois que passamos dos 30 anos, percebemos que os verdadeiros amigos são muito raros, e mesmo eles podem acabar nos decepcionado de alguma forma.

Por isso, você precisa, antes de tudo, ser a sua melhor amiga. Saiba ouvir os seus próprios problemas e saiba também como você pode se ajudar a sair de uma crise. Aprenda a se sentir bem na sua própria companhia e desenvolva seu autoconhecimento.

7. A forma como você reage é o mais importante

Foto: iStock

As pessoas vão te decepcionar, vão desgostar de você sem motivo e vão falar mal de você injustamente. Isso acontece com todo mundo e não temos como controlar os pensamentos de todos ao nosso redor. O que realmente importa nesses casos é como você vai reagir.

Se você não pode impedir a vida de acontecer, por outro lado você tem o poder de controlar as suas reações. O mundo vai tentar te fazer ficar nervosa, agressiva e triste, mas será uma escolha sua sucumbir a esses sentimentos ou manter o seu equilíbrio apesar dos eventos negativos.

8. Idolatre as pessoas certas

Foto: iStock

Quando somos adolescentes, é normal termos ídolos distantes. Nós nos identificamos com músicas, fotos, frases nas redes sociais e acabamos nos sentindo muito próximas dessas pessoas. Porém, conforme o tempo passa, aprendemos que esse sentimento é unilateral.

Aprenda a valorizar as pessoas que estão perto de você. Sua avó provavelmente enfrentou muita coisa na vida e merece sua admiração, assim como seus pais e seus professores. A história dessas pessoas é tão ou mais impressionante do que a dos ídolos famosos.

9. Você é maior do que os seus medos

Foto: iStock

Todas nós temos medo de alguma coisa: você pode ter medo de não ter dinheiro, enquanto sua amiga pode ter medo de se decepcionar no relacionamento amoroso. Infelizmente, os desdobramentos da vida são incontroláveis e, algumas vezes, somos jogadas cara a cara com nossos maiores medos.

Nessas horas, você precisa saber que você é maior do que ele. Você é capaz de ajustar suas finanças, de superar um coração partido, de levar a sua vida sem um ente muito querido. Tudo isso dói, mas você vai ter forças para enfrentar seus medos.

10. Nunca é tarde demais para ser você mesma

Foto: iStock

Nós mudamos com o tempo – e isso pode significar que você não é a mesma pessoa de uma hora atrás. Por isso, as decisões que você tomou no passado podem não servir mais para o seu momento atual, por mais que elas parecessem acertadas na época.

Não tenha medo de descobrir o seu novo eu e de mudar o rumo da sua vida para satisfazer aos seus novos desejos. Pode ser uma mudança de carreira, de cidade, de marido… Claro que algumas coisas precisam de planejamento, mas não ache que você está “velha demais” para ser você mesma.

Isso vale inclusive se você já tem mais de 30 anos. Afinal, por mais que os outros queiram nos aconselhar, somente a nossa própria experiência é capaz de nos ensinar de verdade. Se você chegou aos 30 sem ter plena convicção de algumas dessas verdades, saiba que hoje é o melhor momento para começar a explorar essa nova direção. Nunca é tarde demais!

Comentários
Dicas relacionadas