Tudo sobre FGTS

Saiba como é pago o FGTS, maneiras de consultar o valor e sacar seu dinheiro

Escrito por Giselle Coutinho

Foto: Thinkstock

Ter um trabalho com carteira assinada oferece além da estabilidade, benefícios como o FGTS, o chamado Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Apesar de ser um benefício que os trabalhadores costumam esquecer, por ter acesso a este somente em situações específicas, este foi criado pelo Governo Federal para garantir uma reserva de dinheiro para todos trabalhadores brasileiros que tenham carteira assinada.

A Caixa Econômica Federal guarda o FGTS em contas no nome de cada trabalhador, e estas contas compõem uma única conta a qual o governo utiliza os recursos para programas de habitação popular, saneamento básico e infraestrutura urbana. Mesmo este dinheiro sendo usado pelo governo, o trabalhador tem direito a sacar o dinheiro referente à sua conta.

Trabalhadores rurais, temporários, quem presta serviços para sindicatos e atletas profissionais, por exemplo, têm direito ao FGTS assim como os empregados de empresas pelo regime de Consolidação das leis Trabalhistas – a CLT.

Pagamento do FGTS pelo empregador

Os depósitos mensais para o FGTS são pagos pelo empregador e devem ser obrigatoriamente realizados na conta do FGTS de cada trabalhador. O valor a ser pago corresponde a 8% do salário do empregado.

Através do Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social – baixado do site da Caixa Econômica Federal – a empresa contratante preenche os dados do trabalhador, envia essas informações para a Caixa pela Internet por meio do programa Conectividade Social, emite e imprime a Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social por meio da qual paga o FGTS em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Como saber se o FGTS está sendo pago

  • Através do extrato bimestral de sua conta do FGTS, enviado por correio para o endereço que a empresa cadastrou no Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social como seu endereço;
  • Por consulta no site da Caixa Econômica Federal, com o número do PIS em mãos;
  • Fazendo o Cartão do Cidadão através do telefone 0800-726-0101. Com o cartão, que é recebido em casa através dos correios, é possível consultar o extrato nos caixas eletrônicos das agências da Caixa Econômica Federal.

Quando é possível sacar o FGTS

O trabalhador deve consultar o site da Caixa Econômica Federal ou ir a uma agência para saber os documentos necessários e fazer o agendamento para sacar o FGTS nas seguintes situações:

  • Depois de se aposentar;
  • Quando for comprar um imóvel em seu nome ou for fazer reformas em casa;
  • Quando for demitido sem justa causa;
  • Se o empregador morrer ou a empresa fechar;
  • Quando o contrato de trabalho temporário terminar;
  • Quando o trabalhador que presta serviços para um sindicato ficar sem atividade remunerada por 90 dias ou mais;
  • A partir dos 70 anos de idade;
  • Se o trabalhador, sua mulher ou filho tiver AIDS, câncer ou estiver em estágio terminal de qualquer doença;
  • Após três anos seguidos estando fora do regime do FGTS.

O dinheiro do FGTS na conta da Caixa Econômica Federal tem um rendimento médio de 3% ao ano e sempre estará disponível até que o trabalhador se torne elegível para ter acesso a ele. Quem tem planos de fazer financiamento para comprar a casa própria ou fazer reformas na casa, deve escolher o momento ideal para sacar o dinheiro e aproveitar a oportunidade fazendo um destes investimentos permitidos.

Para você