Tire suas dúvidas sobre a febre

A elevação da temperatura corporal é um sinal de que o sistema imunológico está trabalhando para combater o ataque de vírus e bactérias

Escrito por Deborah Busko

A febre se caracteriza por um aumento temporário da temperatura normal do corpo, que geralmente oscila entre 36 e 37,2°C. Em caso de infecções, inflamações, viroses e algumas doenças, essa temperatura pode aumentar como uma reação de defesa do organismo.

Essa alteração da temperatura faz com que o sistema imunológico libere substâncias para defender o organismo e combater os vírus e bactérias. É considerada febre quando a temperatura estiver acima de 37,5 °C ao ser medida na axila e 37,3 °C ao ser medida na boca ou no reto.

De fato, a febre é um sintoma, e não uma doença. No entanto, ela é geralmente associada a outros sintomas, como sensação de frio, elevação na frequência cardíaca, respiração mais rápida que o normal, dores de cabeça e musculares.

A febre deve ser medicada quando a temperatura ultrapassa os 37,8 °C. A criança ou adulto pode receber medicação quando a temperatura for mais baixa que isso, mas se sentir muito indisposto. Como a febre é uma reação de defesa normal do corpo humano, não precisa ser atacada se a pessoa estiver se sentindo bem.

Os remédios indicados para reduzir a medida do termômetro são os chamados antitérmicos ou antipiréticos. Entre eles, os mais populares são a dipirona, o paracetamol, o ibuprofeno e o ácido acetilsalicílico. Este último deve ser evitado por crianças, pois seu uso indevido pode causar prejuízos ao fígado e ao cérebro.

Em geral, o recomendável é repetir a dose do antitérmico depois de quatro a seis horas. No caso da dipirona, por exemplo, o intervalo é maior e a dose pode ser repetida a cada oito horas. Jamais antecipe uma nova dose do remédio, ainda que a febre volte a subir depressa.

Os medicamentos não agem instantaneamente porque precisam ser absorvidos para funcionar no organismo e levam de 40 minutos a uma hora para fazer efeito. Portanto, a melhor coisa a fazer é tentar relaxar e ter paciência.

Vale lembrar que antes de fazer uso de qualquer um destes medicamentos é preciso checar com seu médico qual o mais indicado para o seu organismo, pois você pode ser alérgica algum princípio ativo e sequer desconfiar. A quem recorre ao remédio, é preciso reforçar ainda que a dose precisa ser adequada à idade e ao peso. Além da medicação, uma dica muito importante é beber bastante água, cerca de dois litros para compensar a desidratação causada pela febre.

Dicas pela Web