Stevia: conheça esse adoçante natural e os benefícios que ele oferece

O stevia não contém calorias e adoça até 300 vezes mais que o açúcar

Escrito por Tais Romanelli

Foto: iStock

Na busca por reduzir o consumo de açúcar, muitas pessoas recorrem aos adoçantes. E entre eles, um dos mais populares atualmente é o stevia, uma opção de origem natural, com poder de adoçar até 300 vezes mais do que o açúcar.

O stevia é extraído das folhas de uma planta chamada Stevia Rebaudiana Bertoni. Seu poder adoçante vem especialmente dos compostos esteviosídeo e rebaudiosídeo, e tem como uma das grandes vantagens ser estável em altas temperaturas.

Saiba por que este adoçante costuma ser bem indicado por profissionais da área da saúde e como ele pode ser usado no dia a dia.

6 benefícios do stevia

Foto: iStock

Conheça as principais características e vantagens desse adoçante natural, elencadas com a ajuda da nutricionista Andrezza Botelho:

  1. Opção para substituir o açúcar: para quem sente necessidade de adoçar o café, outros alimentos ou bebidas, o stevia costuma ser uma boa opção, pois não possui calorias e possui grande poder adoçante – exigindo um quantidade menor para deixar doce.
  2. Ajuda a evitar diabetes e obesidade: Andrezza explica que o stevia favorece a redução de glicose no sangue, protegendo o organismo de doenças como diabetes e obesidade. “Sua ação hipoglicêmica estimula na secreção de insulina, reduzindo o nível de glicose no sangue”, diz. Dessa forma, o adoçante costuma ser uma boa opção para portadores de diabetes mellitus, já que auxilia no controle glicêmico.
  3. Aliado da boa digestão: de acordo com Andezza, o stevia não causa desconfortos gástricos e pode até ajudar a prevenir dores de estômago.
  4. Bom para a saúde bucal: o stevia tem a vantagem de ajudar a proteger os dentes e não causar cáries.
  5. Estável em altas temperaturas: isso significa que o adoçante pode ser usado em chás, no café, em receitas de bolos e tortas sem nenhum risco de algum componente ser alterado e o.
  6. Natural: por ser proveniente de uma planta, o adoçante não possui ingredientes artificias e não é tóxico. Vale a pena se atentar, porém, aos rótulos dos produtos, pois, muitas vezes, são adicionados outros ingredientes para compor o adoçante.
  7. Apesar de ter suas vantagens, o stevia, assim como qualquer outro adoçante, não deve ser consumido “à vontade”. O ideal, aliás, é consumi-lo somente sob orientação de um profissional da área da saúde.

    Leia também: 8 alternativas naturais para substituir o açúcar na sua alimentação

    Além disso, a aceitação (ou não) ao seu sabor é bem pessoal. De forma geral, o adoçante deixa um gosto residual amargo na boca, mas, para quem o consome em pequenas quantidades, isto não costuma ser um problema.

    Em que formas a stevia é encontrada?

    Foto: iStock

    Uma dúvida comum é sobre como usar o adoçante. Confira como ele pode ser encontrado e qual é a melhor opção para você.

    Planta in natura: As folhas frescas da planta Stevia podem ser moídas/picadas e salpicadas sobre a comida ou ainda, adicionadas durante o cozimento dos alimentos (para, então, o sabor doce ser liberado). É boa opção, por exemplo, para molhos agridoces, temperos de saladas, massa de biscoitos e pães etc. Pode-se ainda secar as folhas e esmagá-las até que virem pó, para posterior uso como adoçante.

    Líquido: é um potente adoçante, sendo de 200 a 300 vezes mais doce do que a sacarose (açúcar comum comercial). O stevia líquido é mais indicado para ser adicionado a bebidas variadas (café, chás, sucos); mas, em pequenas quantidades (poucas gotas), para evitar um forte gosto residual na bebida.

    Em pó: o stevia em pó costuma ser mais indicado para preparações em geral, como bolos, tortas e pães. Mas, pode também ser adicionado em bebidas, como café e chás. Tem poder adoçante cerca de 20 vezes maior do que o açúcar. Ou seja, usa-se uma quantidade maior de stevia em pó para se adoçar na mesma intensidade que o líquido adoça.

    Leia também: Açúcar demerara: usá-lo pode tornar a sua alimentação mais saudável

    A escolha é bem pessoal. A planta in natura é sempre a melhor opção, pois, assim, tem-se a certeza de que se está consumido realmente um adoçante natural. Mas, comprar o adoçante já pronto, nas versões líquida ou em pó, com certeza é muito mais prático… É importante, porém, se atentar ao rótulo dos produtos para garantir que eles não têm outros ingredientes adicionados.

    Stevia faz mal?

    Foto: iStock

    O assunto gera controvérsias, mas, de forma geral, o stevia mostra-se seguro por ser feito a partir de uma planta. Qualquer pessoa pode consumi-lo ao menos que seja intolerante ou alérgica aos principais componentes adoçantes da planta, esteviosídeo e rebaudiosídeo.

    Um cuidado importante é comprar somente os adoçantes com 100% de stevia, pois grande parte das marcas comercializa a stevia em associação com o ciclamato e a sacarina, por exemplo.

    Além disso, o consumo de stevia e de qualquer outro adoçante não deve ser excessivo. O ideal é consultar um profissional da saúde de sua confiança para garantir que o stevia é a melhor opção para você, bem como para saber quantidades e como consumi-lo no dia a dia.

    Stevia é melhor que os outros adoçantes?

    Foto: iStock

    Para Andrezza, o stevia é uma excelente opção para pessoas que buscam o sabor doce nos alimentos, evitando as calorias e efeitos prejudicais do consumo de açúcar.

    Leia também: Açúcar faz mal: por que e como retirá-lo do seu dia a dia

    Há profissionais que defendem que adoçantes devem ser usados somente em casos especiais, como o da diabetes e da obesidade. Dessa forma, pessoas que não são obesas poderiam optar por adoçar bebidas e alimentos com mel, açúcar mascavo, demerara ou açúcar de coco, por exemplo.

    Mas, entre adoçantes naturais (como é o caso do stevia) e adoçantes artificiais, sem dúvidas, os primeiros estão à frente.

    O uso de adoçantes divide opiniões, por isso mesmo, o ideal é que cada caso seja avaliado individualmente por um profissional da área da saúde. Em contrapartida, uma recomendação é unânime: o ideal é que a pessoa estimule seu paladar a conhecer o verdadeiro sabor dos alimentos, ou seja, não precise adoçar a maior parte dos alimentos e bebidas!

    Onde comprar

    Foto: iStock

    O stevia é um adoçante facilmente encontrado à venda, por exemplo, na internet, em seções de alimentos com restrições nos supermercados e em lojas de produtos naturais. Lembre-se da importância de ler o rótulo e escolher, de fato, um produto natural!

    Leia também: Xilitol é aposta mais saudável para reduzir o consumo de açúcar

Assuntos: Alimentação

Dicas pela Web