Slendesta é aposta segura e eficaz para ajudar na perda de peso

O produto, porém, deve estar associado a uma alimentação equilibrada e à prática de atividades físicas para resultados realmente significativos

Escrito por Tais Romanelli
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Com um nome um tanto diferente, e ainda novidade para muita gente, o slendesta tem sido destacado hoje como um bom aliado no emagrecimento.

Flávia de Oliveira José, farmacêutica da Doce Flora, professora de Cosmetologia e coordenadora do curso técnico de Farmácia da Esaup (Escola da Saúde de Piracicaba), destaca que slendesta é um extrato de proteína de batata. “Trata-se de um ingrediente natural, derivado da espécie de batata Russet Nugget, natural dos EUA, que promove saciedade”, diz.

Composto de IP2 (Inibidor de Proteinase), que é um ingrediente sacietógeno (estimula a saciedade), slendesta pode ser administrado por via oral e, hoje, pode ser encontrado na maioria das farmácias de manipulação.

Diversos estudos clínicos foram conduzidos para avaliar os efeitos deste extrato de proteína da batata, todos com bons resultados. Durante um estudo de 20 semanas, inclusive, os pesquisadores concluíram que nenhum efeito colateral sério está associado ao consumo do slendesta.

Como emagrecer com slendesta

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Flávia destaca que o slendesta pode ser um bom aliado no emagrecimento já que seu componente ativo, IP2, aumenta a liberação natural de CCK (colecistoquinina), que promove saciedade e, assim, controla a fome naturalmente.

Leia também: Morosil: redução da gordura abdominal em até 50%

“Existem vários sistemas que controlam a saciedade do corpo humano, e um deles é a CCK, hormônio peptídico que, uma vez liberado na corrente sanguínea, age em vários órgãos, inclusive no estômago e no cérebro, atuando na manutenção da saciedade”, explica a farmacêutica.

Além do slendesta ativar maior liberação de CCK, explica Flávia, liga-se às enzimas tripsina e quimiotripsina e bloqueia a ação das mesmas. “Assim, toda CCK liberada fica livre para ligar-se aos receptores específicos para envio da informação de saciedade ao cérebro”, diz.

Então, resumidamente: com slendesta, as CCK estarão trabalhando no organismo enviando incessantemente a informação de saciedade ao cérebro, fazendo dele um suplemento extremamente eficaz para controle da saciedade.

Mas, vale reforçar, slendesta “não faz nenhum milagre” e não fará ninguém “emagrecer de uma hora para outra” sem esforço algum e sem mudanças de hábitos.

“A mudança no estilo de vida é fundamental para o sucesso do tratamento. Slendesta promove saciedade e, desta forma, fica mais fácil aderir a dietas de baixas calorias, sem grandes sofrimentos. A prática de exercícios físicos também é essencial, pois acelera o gasto energético, colaborando significativamente no processo de emagrecimento”, ressalta Flávia.

Leia também: 10 hábitos alimentares que aceleram o metabolismo

Benefícios do slendesta

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

As principais vantagens da utilização do slendesta são:

  • Ser aliado no emagrecimento é certamente seu maior benefício, já que aumenta a saciedade e, naturalmente, faz com que a pessoa diminua a ingestão de calorias ao longo do dia.
  • Além da CCK promover sensação de saciedade, estimula o pâncreas auxiliando na digestão de gorduras, e a secreção de insulina (responsável pelo aproveitamento do açúcar). Então, destaca Flávia, sendo o slendesta um estimulador de colecistiquinina, esses efeitos são potencializados com o uso dele.
  • Flávia destaca ainda que slendesta é um alimento funcional seguro e eficaz, que não causa efeitos colaterais. Tem a vantagem de poder ser consumido por praticamente qualquer pessoa, já que possui estudos de eficácia, segurança e toxicidade.
  • Seus benefícios foram comprovados após 15 ensaios clínicos com mais de 700 pessoas.
  • O slendesta promove saciedade com baixíssimo teor de fibras. Isto é visto como uma grande vantagem, pois alguns suplementos para a perda de peso contêm fibras como propriedades únicas (uma vez que têm sido apresentadas como sacietógenas), mas elas podem também causar efeitos indesejáveis, como náuseas, diarreia, desconforto abdominal e gases. Slendesta contém menos que 3% de fibras, não ocasionando assim tais efeitos indesejados.
  • Slendesta não apresenta ainda nenhum tipo de estimulante (cafeína, teofilina, efedrina), não afetando a pressão arterial.
  • Slendesta pode ser utilizado para o controle da compulsão alimentar, já que, proporcionando a sensação de saciedade, evita que o paciente fique “petiscando” durante o dia todo.

Como usar slendesta e contraindicações

Flávia explica que o slendesta pode ser consumido em cápsulas ou em shakes. “A recomendação geral é de uma a duas doses de 300mg de slendesta ao dia”, diz.

É indicada a ingestão com um copo de água, uma hora antes das refeições. “Porém essa dose pode ser ajustada de acordo com as necessidades de cada indivíduo”, diz a farmacêutica.

Flávia destaca que as contraindicações são lactantes e gestantes, ou pessoas que tenham intolerância ao produto.

A orientação é não administrar o produto em idosos também, evitando assim o risco de anorexia associada à idade.

Leia também: 10 maneiras de se sentir motivada durante uma dieta

Do mais, estudos mostraram que nenhum efeito colateral sério está associado ao consumo de slendesta.

Se você ficou interessada nas vantagens do consumo de slendesta, converse com seu nutricionista e saiba a melhor forma de incluí-lo no seu dia a dia! Mas lembre-se que uma alimentação equilibrada e a prática de exercícios físicos são essenciais para a perda de peso, independentemente do uso deste ou de outros produtos.

Assuntos: Alimentação

Para você