7 sinais de que você está em um relacionamento saudável

Algumas características podem te ajudar a identificar se o seu relacionamento é tóxico ou não

Escrito por Raquel Praconi Pinzon

Foto: iStock

Estar em um relacionamento não deve ser requisito obrigatório para você se sentir completa. Porém, para que uma relação valha a pena, é preciso que ela traga coisas que te complementem, permitindo que você seja uma versão ainda melhor de si mesma.

Quando estamos apaixonadas, podemos acabar relevando algumas atitudes do parceiro que não são nada positivas. Muitas vezes, a tendência é encontrar justificativas para essas ações, mesmo que você esteja muito magoada.

Perceber que você está em um relacionamento tóxico não é fácil, mas este é o primeiro passo para poder sair dessa situação e retomar a sua vida. Conheça algumas diferenças entre relacionamentos tóxicos e saudáveis para te ajudar nessa missão:

1. Você tem liberdade para fazer as suas coisas

Foto: iStock

Um parceiro maduro sabe que manter outros interesses além do relacionamento é necessário e benéfico para as duas pessoas. Por isso, quando você está em um relacionamento saudável, você se sente livre para continuar mantendo as suas amizades e praticando seus hobbies de antes, sejam eles correr, fazer aula de dança, frequentar aulas de culinária etc.

Quando um parceiro impede você de manter seus antigos interesses, seja fazendo chantagem emocional (“eu não consigo ficar longe de você!”) ou proibindo declaradamente, esse é um sinal claro de que o relacionamento não é saudável.

Leia também: 10 sinais para identificar um homem controlador

2. Você age da mesma forma com ou sem ele

Foto: iStock

Com os seus amigos e familiares, você é uma pessoa alegre, falante e descontraída, mas, quando está com seu parceiro, você sente que deve ser mais contida e ficar calada? Esse não é um bom sinal.

Em relacionamentos saudáveis, não sentimos a necessidade de “ajustar” nosso comportamento na presença do parceiro. Pelo contrário, é com ele que podemos ser nós mesmas.

3. O poder e as obrigações são divididos igualmente

Foto: iStock

Em um relacionamento tóxico, é muito nítido que existe um parceiro que “manda” e um parceiro que “obedece”. É sempre a mesma pessoa que decide se vocês vão ou não sair, aonde vocês vão e quais serão das prioridades do casal. Além disso, a pessoa que obedece fica responsável por realizar todas as obrigações que deveriam ser divididas entre o casal, como fazer as tarefas da casa e cuidar dos filhos.

Quando a relação é saudável, os parceiros entram em consenso sobre as decisões, tomando-as sempre em conjunto. Da mesma forma, as obrigações também são divididas entre os dois, havendo cooperação entre o casal.

4. O parceiro incentiva os seus sonhos

Foto: iStock

Mesmo que os sonhos de vocês não sejam exatamente iguais, parceiros que estão em um relacionamento saudável apoiam um ao outro na realização dos objetivos de cada um.

Leia também: Gaslighting: você pode estar sendo manipulada

Se, por outro lado, seu parceiro sempre sugere que seus sonhos são inalcançáveis, que você não deveria ir atrás deles ou mesmo que você não tem capacidade para realizá-los, essa atitude indica uma falta de companheirismo da parte dele.

5. As diferenças são bem-vindas

Foto: iStock

Parceiros não precisam ser iguais para que o relacionamento funcione. Muitas vezes, são justamente as diferenças que atraem duas pessoas, seja no gosto por uma determinada culinária, os hobbies e os interesses de cada um.

O problema é quando o casal enxerga essas diferenças como uma ameaça e procura negar a sua existência, não sendo mais capaz de apreciar as características individuais.

Uma observação: é claro que existem diferenças de valores que são praticamente impossíveis de conciliar ou que poderiam colocar um dos parceiros em risco. Quando falamos em apreciar as diferenças, estamos nos referindo àquelas características que fazem cada pessoa ser única.

6. Vocês continuam tendo privacidade

Foto: iStock

Não é raro nos deparar com piadas com o fato de uma pessoa ter muito medo de que seu parceiro descubra a senha do seu celular. Embora muitas pessoas vejam nisso um motivo de riso, a forma como o casal lida com a privacidade também pode ser um sinal de que aquele é um relacionamento tóxico.

Leia também: Os 5 tipos mais comuns de briga de casal e como evitá-los

Quando você tem um relacionamento saudável, você não entra em desespero ao deixar seu celular ao alcance do parceiro, pois você sabe que ele não vai vasculhar suas coisas. E, mesmo que ele fizesse isso, não haveria nada com que se preocupar. O respeito à privacidade individual só acontece quando existe confiança entre o casal.

7. Vocês têm discussões construtivas

Foto: iStock

Ter um relacionamento saudável não significa que nunca haja nenhum desentendimento e que um parceiro jamais magoará o outro. A ausência total de brigas é uma ideia muito idealizada da vida a dois.

O conflito é natural em qualquer relacionamento e ele é um sinal de que vocês dois estão tentando comunicar algo um ao outro. O problema é quando você sente que há alguma coisa de errado, mas você não se sente confortável para dizer isso ao parceiro.

Discordar, demonstrar mágoa e esclarecer mal-entendidos são atitudes saudáveis para o relacionamento, pois elas demonstram que os parceiros estão interessados em buscar uma solução. Obviamente, discussões com agressão física ou verbal não são construtivas de forma alguma.

Cada pessoa é única, por isso pode ser difícil afirmar que determinado comportamento comprova que um relacionamento é tóxico. Se você se sente desrespeitada e anulada ou percebe que está traindo a si mesma para evitar conflitos, reflita se realmente vale a pena insistir nesse relacionamento.

Leia também: 12 coisas que não se deve deixar de fazer por causa do namorado

Assuntos: Relacionamentos

Dicas pela Web
Comentários