Seja educada ao usar o celular

Seguir algumas regras básicas – e principalmente usar o bom senso – evita gafes imperdoáveis e comportamentos deselegantes

Escrito por Deborah Busko

Que o uso do celular se tornou indispensável, principalmente quando o assunto é trabalho, todo mundo sabe. O problema é que muita gente abusa da paciência alheia e usa o aparelho em locais e momentos inapropriados, sem se preocupar com quem está ao redor. Para não fazer feio, é melhor seguir algumas regras e evitar gafes imperdoáveis e que tanto incomodam quem está por perto.

A regra número um, e por incrível que pareça a mais desrespeitada, é deixar o celular ligado em ambientes que exigem silêncio e também em ocasiões especiais. O celular deve ser desligado em situações como, por exemplo, reuniões de trabalho. Caso receba uma ligação, não finja que não é o seu aparelho que está tocando. Peça licença e saia para atender rapidamente.

Em cinemas e teatros, respeite a platéia e também os artistas. Nos restaurantes, existem pessoas que desejam fazer suas refeições em paz, e não ficar ouvindo sua conversa. Nada de celular em hospitais e clínicas, onde o uso é liberado apenas para os profissionais a trabalho e, ainda assim, apenas nas áreas permitidas.

Preserve o silêncio de igrejas, museus, bibliotecas. Se estiver esperando uma ligação muito importante, opte por deixar no modo vibratório e quando o celular tocar, afaste-se para atender.

Outra dicas importantíssima é moderar o tom de voz enquanto fala ao celular. Não é nada elegante “compartilhar” suas conversas com quem está por perto, ainda mais se o assunto for de motivo pessoal ou aquela fofoca interessantíssima que você quer contar para a sua amiga. Cuidado também com a famosa pergunta “onde você está?”. Quando a pessoa atender, pergunte primeiro se ela pode falar naquele momento. Se ela aceitar conversar, seja breve e não estenda a conversa.

E atenção aos horários das ligações, não seja inconveniente ligando no meio da madrugada, faça isso somente em caso de extrema urgência. Quando estiver na companhia de outras pessoas, seja breve ao atender ligações. É completamente deselegante atrapalhar com uma conversa paralela e pior ainda se ela for demorada. A situação se torna mais constrangedora quando num momento especial entre um casal, um dos dois resolve atender o celular.

Retorne suas ligações sempre que possível, é uma questão de educação e postura, principalmente se tratando de assuntos profissionais. E por fim, evite pedir emprestado o celular dos outros. Somente recorra ao pedido em casos extremos e mesmo assim, nem pense em fazer ligações de longa distância ou internacionais.

Assuntos: Bem-Estar

Para você