8 benefícios de realizar a saudação ao sol e conectar corpo e mente

Escrito por
Em 06.04.22

A conexão entre corpo e mente é fundamental para uma vida mais saudável. A saudação ao sol, técnica vinda do yoga, pode ser uma importante aliada na busca por esse equilíbrio. Com diversos benefícios, a técnica leva apenas poucos minutos. Para falar sobre o assunto, a instrutora de Yoga Ana Lúcia explica o passo a passo da prática e sua importância. Confira!

Publicidade

Índice do conteúdo:

O que é a saudação ao sol

A professora explica que a saudação ao sol é uma sequência de Ásanas (posturas) que se conectam num movimento fluido com a respiração. O significado do seu nome vem da língua sânscrita, originária da Índia: SURYA (Sol), NAMASKAR (saudação ou reverência).

“No Hinduísmo, o Deus Surya é traduzido nos Vedas (escrituras sagradas) como a alma que habita todos os seres. Surya é a Deidade criadora, símbolo de vivacidade e de saúde. Representa a vida e encanta a todos com o seu calor, luz e energia”, destaca a instrutora.

A saudação ao sol é conhecida como a primeira e a mais popular prática de respiração, fazendo que os praticantes tenham mais consciência corporal durante os exercícios, saudando e ativando a fonte geradora da nossa energia vital. Essas 12 posturas, realizadas entre 10 a 15 minutos, representam o número de horas do período da manhã.

A origem

A prática é milenar, vinda da Índia, onde o sol é culturalmente visto como divindade. O astro é contemplado por esses movimentos, como um ritual, uma oração que fazem com o corpo para honrar ele e o divino em nós. A prática também desperta o sol interior, a luz que simboliza o espírito e o divino nos seres humanos.

Conforme Ana Lúcia, a prática ainda auxilia no equilíbrio dos chakras, com a diminuição na agitação da mente e um despertar da energia, trazendo mais ‘leveza’ a vida. Além da parte espiritual, os movimentos proporcionam diversos benefícios físicos. Confira, a seguir, a explicação da instrutora.

8 benefícios da saudação ao sol

Envato

Como descrito acima, a saudação ao sol traz muitos benefícios para todo corpo, além do sistema energético. A prática contribui para fortalecer a musculatura, melhora o alongamento e as articulações, além de estimular o sistema respiratório e circulatório. Veja os principais:

  • Sistema Respiratório: segundo a estrutura, a prática melhora a oxigenação das células e dos tecidos do corpo e cérebro;
  • Sistema Circulatório: “estimula a atividade cardíaca” explica Ana Lúcia;
  • Sistema Digestivo: conforme a professora, as posições massageiam vigorosamente o abdômen, estimulando os movimentos peristálticos, eliminando gases e melhorando a digestão;
  • Sistema Urinário: elimina toxinas, tonifica bexiga e rins;
  • Sistema Nervoso: por conta dos movimentos ritmados, a coluna vertebral é altamente trabalhada e massageada, beneficiando nervos e plexos;
  • Sistema Glandular: promove uma forte estimulação em todas as glândulas, ativando as suas funções;
  • Bem-estar: traz bom humor e desperta Santosha (contentamento);
  • Saúde mental: traz o despertar da energia interna, ativa a intuição e expande a percepção de si mesmo como sendo um ser divino experienciando a vida na terra.

São benefícios que podem ser sentidos com pouco tempo de prática. Porém, como tudo, o exercício é um processo e você deve respeitar o seu limite. Compreender isso também faz parte da técnica. E talvez agora você esteja se perguntando: todos podem fazer? A resposta é: Sim!

Publicidade

Uma prática que pode ser feita por todos

Ana explica que a saudação ao sol pode ser feita por qualquer pessoa, pois é possível adaptar a prática à sua condição física e de saúde.

“Se você sofre de hérnia ou pressão alta, problemas articulares ou de coluna, se estiver grávida ou com algum problema grave de saúde, a saudação ao sol, com exatamente todos os movimentos, pode ser contraindicada, mas não se desespere, nem desista, existem variações e adaptações para cada caso”, explica.

O recomendado é que você busque professores qualificados de yoga, que poderão indicar a prática mais adequada para sua condição. O que não pode é deixar a preguiça bater!

Como fazer a saudação ao sol: o passo a passo

A professora explicou em detalhes o passo a passo para você realizar a técnica, que não precisa de muito espaço ou tempo para ser feita. Confira:

  • Passo 1 (Namaskar): Em pé, comece aquecendo na postura da montanha. Deixe os pés juntos. Faça uma inspiração e, ao expirar, junte as palmas das mãos na altura do peito, pressionando suavemente os polegares um no outro;

  • Passo 2 (Urdhva hastasana): inspire e erga as mãos, inclinando um pouco para trás, mantendo as palmas sempre unidas;
  • Passo 3 (Uttanasana): expire e direcione as mãos estendidas para o chão, com a cabeça o mais próximo dos joelhos;
  • Passo 4 (Ashwa sanchalanasana): inspire novamente e leve uma perna para trás e se mantenha com a coluna reta e cabeça erguida;
  • Passo 5 (Chaturanga): prenda a respiração e faça a posição de prancha, numa linha reta e permaneça com o abdômen firme e o quadril na altura do ombro por 2 segundos;
  • Passo 6 (Chaturanga dandasana): expire, olhando para o chão, desça os joelhos e dobre os cotovelo, apoiando levemente o peito no chão;
  • Passo 7 (Bhujangasana): inspire mais uma vez enquanto apoia as mãos no chão e inclina-se para trás;
  • Passo 8 (Adho mukha svanasana): agora, expire e apoiei as mãos e pés no chão, fazendo uma leve elevação, formando um triangulo com o corpo. Enquanto olha para baixo, solte o ar e inspire. Permaneça nessa posição por alguns segundos, expirando e inspirando;
  • Passo 9 (Ashwa sanchalanasana): volte para a mesma posição do passo quatro, mantendo a coluna reta e cabeça erguida;
  • Passo 10 (Uttanasana): repita o passo três, aproximando o máximo que conseguir do chão;

  • Passo 11 (Urdhva hastasana): assim como o passo dois, inspire e erga as mãos enquanto se inclina para trás, com as palmas das mãos unidas;
  • Passo 12 (Namaskar): para finalizar o ciclo da saudação ao sol, expire e retorne a posição inicial, com as mãos próximas ao peito. Repita as posições quantas vezes precisar para sentir se conectando com o seu interior e a energia que corre pelo seu corpo.

O mais comum é a sua execução dos movimentos pela manhã, de frente para o Sol. Entretanto, pode-se realizar as posturas a qualquer hora do dia, conforme for possível encaixar dentro da sua rotina. Confira também outras práticas de yoga para iniciantes!

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Assuntos: Bem-Estar