Roacutan: entenda como a isotretinoína age no combate à acne

Tire todas suas dúvidas sobre o remédio e confira depoimentos de quem já usou

Escrito por Tais Romanelli

Foto: Thinkstock

Se você sofre ou já sofreu, em alguma fase da sua vida, com o surgimento de espinhas, certamente já ouviu falar sobre o Roacutan® – um dos nomes comerciais do princípio ativo Isotretinoína. Isso porque o medicamento é considerado, de forma geral, o tratamento mais eficaz no combate à acne.

Mas, vale ressaltar, o uso da Isotretinoína é indicado somente em casos graves de acne, e exige acompanhamento médico, além de dedicação do paciente, para que o tratamento ofereça resultados realmente positivos.

Abaixo você confere todas as informações sobre o tratamento com o Roacutan e pode esclarecer suas dúvidas sobre o assunto.

O que é o Roacutan? Quais são suas indicações?

Roacutan é o nome comercial do medicamento cujo princípio ativo é a Isotretinoína. Ele é fabricado pelo laboratório Roche.

“Isotretinoína é uma substância medicinal derivada da vitamina A, usada mais comumente para o tratamento da acne severa, porém, que também pode ser empregada no tratamento de outras doenças dermatológicas”, explica Elisabete Dobao, médica pós-graduada em Dermatologia, professora de Dermatologia Sanitária da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro e membro da Academia Europeia de Dermatologia.

A Isotretinoína é muito indicada em casos graves de acne, especialmente quando existe formação de nódulos, cistos e abscessos. Porém, em alguns quadros de acne moderada que não responde aos demais tratamentos, pode ser indicado o uso do Roacutan.

Elisabete Dobao explica que a Isotretinoína pode ser indicada para ambos os sexos, inclusive para adolescentes, com idade íntima a ser avaliada pelo médico assistente. A decisão pelo uso da Isotretinoína deve ser tomada sempre em conjunto com o dermatologista e com os familiares do paciente quando este for menor de idade.

Como a isotretinoína age contra a acne?

Foto: Thinkstock

Elisabete Dobao explica que a Isotretinoína age, basicamente, reduzindo razoavelmente o tamanho das glândulas sebáceas e mais fortemente a quantidade de óleo que elas produzem. “Como as bactérias da acne vivem nesta secreção oleosa, seu número também diminui bastante”, diz.

“O medicamento também retarda a produção das células da pele dentro do poro, fazendo com que eles não fiquem obstruídos, e tem propriedades anti-inflamatórias”, destaca a médica.

Efeitos colaterais do tratamento

“O principal efeito colateral e o mais temido é a teratogenicidade (defeitos no embrião), por isso a proibição de engravidar durante e após algum tempo do tratamento”, destaca Elisabete Dobao.

Ainda de acordo com a médica, os efeitos colaterais mais frequentes são:

  • ressecamento da pele;
  • ressecamento dos olhos;
  • ressecamento dos lábios;
  • queda de cabelos;
  • sangramento de nariz;
  • sangramento de gengivas.

Também estão entre os possíveis efeitos colaterais, de acordo com a médica Elisabete:

  • dores de cabeça;
  • dores musculares;
  • aumento das enzimas hepáticas e lipídeos sanguíneos;
  • depressão, entre outros.

Como lidar com os efeitos colaterais?

Elisabete Dobao aponta algumas medidas que ajudam a pessoa a lidar com os efeitos colaterais da Isotretinoína:

  • Uso de método anticoncepcional bem estabelecido e 100% confiável;
  • Uso de hidratação corporal, labial e oftálmica;
  • Uso de protetor solar.

“Todos os outros sintomas serão cuidadosamente avaliados pelo médico para definir seu grau de importância e a necessidade de interrupção do tratamento”, destaca a dermatologista.

Cuidados durante o tratamento com o Roacutan

Foto: Thinkstock

Elisabete Dobao destaca que, no caso das mulheres, os principais cuidados são: ter um método anticoncepcional bem estabelecido e 100% eficaz, além da realizar de testes sorológicos mensais para diagnóstico de uma possível gravidez.

Ainda de acordo com a dermatologista Elisabete, tanto para mulheres, como para homens, é fundamental o controle com exames sanguíneos para avaliação das taxas de lipídeos, testes hepáticos e hemograma, no período indicado pelo médico que acompanha o tratamento.

“Também é muito importante o uso de hidratantes corporais, labiais, colírios, proteção solar e abstinência de bebidas alcoólicas”, acrescenta a médica.

Contraindicações da isotretinoína

Elisabete Dobao explica que o uso do Roacutan/Isotretinoína é absolutamente contraindicado em mulheres que estejam desejando engravidar ou que não usem métodos anticoncepcionais com 100% de eficácia.

“É contraindicado também para pacientes em que os exames complementares indiquem uma inadaptação à medicação”, acrescenta a médica.

Depoimentos de quem já fez tratamento com o Roacutan

Foto: Thinkstock

Stephanie Noelle, 24 anos, jornalista e blogueira do Chez Noelle, fez o tratamento com o Roacutan em 2012, por 5 meses. “Isso porque eu tenho alergia a ácido salicílico e não conseguia fazer nenhum tratamento mais potente com cremes específicos pra acne, então minha dermatologista sugeriu o medicamento. Cheguei a fazer uso de antibióticos também, mas tive reações… Então tomei o Roacutan, quando tinha 22 anos”, relata.

Para Stephanie, os resultados foram bem positivos. “Hoje, é muito difícil aparecer espinha no meu rosto, e a textura da pele também melhorou muito”, diz.

Em relação aos efeitos colaterais, a jornalista conta que teve ressecamento da pele, como um todo. “Cabelo, lábios, corpo, tudo ficou muito seco e eu tive que usar muitos produtos para aliviar a sensação de ressecamento”, diz.

“O fígado também fica muito sobrecarregado, então não dava pra comer coisas mais gordurosas ou frituras sempre. E quando eu comia, às vezes, sentia enjoos. Mas fui bem responsável, fiz tudo o que a médica mandava: não bebia, não saia de casa sem protetor solar, e realmente hidratava bastante meu corpo e meu rosto”, relata Stephanie.

No vídeo abaixo, Ana, do canal vanite101 do Youtube, relata por que começou a tomar o Roacutan e suas experiências iniciais com o uso do medicamento:

Abaixo, Nina, blogueira do Niina Secrets, fala sobre sua experiência com o Roacutan:

A acne pode voltar após o tratamento?

Esta é uma dúvida muito comum entre as pessoas que estão prestes a iniciar o tratamento com Isotretinoína.

Elisabete Dobao explica que pode haver alguma recidiva (reaparecimento de uma doença ou sintoma) em até 30% dos casos – e com uma taxa maior em mulheres que tenham acne em virtude de algum problema hormonal não tratado.

Roacutan x genéricos

Outra dúvida comum diz respeito à compra de medicamentos genéricos do Roacutan. Será que eles são mesmo eficazes?

Elisabete Dobao explica que o Roacutan é a medicação de referência, ou seja, todo genérico normalmente deverá ser comparado a ele. “Mas, sendo uma medicação genérica de um laboratório conceituado, com preocupação com a qualidade, não há problemas em optar por ela”, destaca.

O preço do Roacutan (20 mg), com 30 cápsulas, pode chegar até a 180 reais, dependendo da farmácia onde for comprado. Já os genéricos, podem sair um pouco mais “em conta” (algo em torno de 100 reais).

Em casos de dúvidas de que tipo de medicamento comprar (o original ou genérico), o ideal é conversar com seu médico que te orientará sobre a melhor escolha.

Agora você já tem boas informações sobre o Roacutan. Vale lembrar que este é um medicamento muito potente, por isso, indicado somente em casos graves de acne. Seu uso deverá ser sempre indicado por um dermatologista que também deverá acompanhar todo o tratamento, passando todas as informações necessárias para que os resultados sejam, de fato, positivos.

Por fim, vale destacar que o sucesso do tratamento depende também da dedicação do paciente que deverá seguir à risca as orientações passadas por seu médico.

Assuntos: Acne, Pele

Para você