Repicados ou desfiados? Entenda a diferença entre os cortes

Estilo deve levar em consideração tipo de cabelo e formato do rosto

Escrito por Mariana Bueno

Deborah Secco / Foto: Reprodução

Alguns estilos de cortes de cabelo ainda deixam as mulheres em dúvida. Os repicados e os desfiados são dois exemplos que, para muita gente, parece a mesma coisa. Mas não é. Dependendo do corte, o efeito no cabelo será totalmente diferente, podendo melhorar ou destruir o visual. Por isso, ao optar por um corte, é importante saber exatamente do que se trata. Conversar com o profissional e explicar o que você deseja é sempre bom, pois ele saberá dizer o que fica melhor em cada pessoa.

A cabeleireira Malu Alves, do salão Jolie Studio de Beleza, no Rio de Janeiro, explica que a principal diferença entre o repicado e o desfiado é que o primeiro fica com efeitos de camadas mais definidas, enquanto o segundo é um corte mais desconectado, com efeito de ‘rasgado’. Não existe um corte melhor que o outro, mas sim estilos que combinam mais ou menos com cada pessoa, levando em consideração o tipo de cabelo e o formato do rosto.

Cada tipo de cabelo exige uma técnica diferente

Longos: Quem tem cabelos longos pode optar pelos cortes em camadas longas, para distribuir o volume; ou o corte desfiado, para reduzir o volume.

Curtos: Nos cabelos curtos todos os cortes podem ser usados, desde que se respeite o tipo de fio.

Volumosos: Podem ser cortados com ambas as técnicas, dependendo do desejo da cliente. O tipo de camada é que irá definir se dará mais volume ou se distribuirá o volume. Se a ideia foi um cabelo menos volumoso, usa-se o corte desfiado.

Finos: Os cabelos mais finos e com pouco volume não podem ser muito desfiados. Nesse tipo de cabelo é melhor um corte em camadas longas, para dar mais volume e movimento.

O repicado conquistou as mulheres na década de 90 e, desde então, se manteve em alta. O desfiado também está com tudo. Entre as famosas, a atriz Déborah Secco é adepta do estilo.

Ao contrário do que muita gente pensa, esses dois tipos de cortes não são exclusividade dos cabelos lisos. Os cacheados ou crespos também podem adotar esses cortes, desde que sejam adaptados para cada tipo de fio e de rosto. Somente um profissional poderá avaliar.

Por isso é fundamental procurar sempre um bom salão, para que não aconteça nenhum tipo de erro ou arrependimento, pois um corte mal feito poderá prejudicar muito o visual. A dica vale também para as pessoas que têm vontade de mudar, mas ficam inseguras. “Às vezes a cliente tem uma certa resistência em mudar o visual, mas deve confiar no profissional, que tem uma formação, que conhece bem o cabelo dela, que sabe o que fica melhor. Muitas vezes nós, profissionais da beleza, vemos que uma mudança naquela pessoa daria um up”, afirma a cabeleireira.

Como cuidar dos fios

Para que um corte se mantenha sempre bonito e com bom caimento, independente de qual estilo seja, é necessário voltar ao cabeleireiro no máximo a cada três meses. Para os cuidados diários, procure produtos adequados ao seu tipo de cabelo.

Veja na galeria algumas famosas com cabelos repicados e desfiados:

A atriz, que já teve o cabelo com diferentes cortes e tonalidades, ultimamente usa os fios desfiados.
O desfiado garante o movimento dos cabelos longos como os da apresentadora.
Na novela Guerra dos Sexos a atriz usa um estilo de cabelo bem repicado.
O repicado deu uma nova cara aos fios curtos da atriz.
O corte desfiado com franja é ideal para quem tem o rosto delicado como ela.
O corte adotado pela atriz é um repicado em camadas, que garante o movimento.
A atriz mostra que o repicado fica lindo também nos cabelos crespos.

Dicas pela Web
Comentários