Quanto uma grávida pode comer e engordar durante a gestação?

Tire suas dúvidas sobre alimentação e peso ideal na gravidez

Escrito por Andressa Dias

É comum que durante a gravidez a mulher tenha dúvidas quanto à sua alimentação e ao peso que deve e pode atingir devido à gestação. Existem tantos mitos em relação a isso que fica difícil distinguir o que é realmente aplicável. Por isso, resolvemos tirar duas das principais duvidas sobre nutrição e o peso ideal na gravidez, confira:

Quanto uma grávida deve comer?

Durante a gravidez, o corpo da mulher armazena nutrientes para estar preparado para a amamentação. Sendo assim, o organismo pede mais calorias para poder nutrir o bebê e manter reservas para o futuro.

Mulheres abaixo do peso devem aumentar seu consumo de calorias no começo da gestação para estarem prontas a tempo para os últimos meses e para a amamentação. As mulheres com peso normal ou acima do peso aumentar a ingestão de calorias na décima segunda semana.

Mas isso não significa que a mulher deve começar a “comer por dois” e sim se nutrir da maneira adequada. Para isso é necessário que ela consulte um nutricionista para fazer uma avaliação completa e definir a dieta ideal e o consumo da quantidade certa de cada alimento. Normalmente, a quantidade sugerida para o aumento do consumo de calorias na gestação fica entre 300 e 350kcal a mais por dia.

Quanto a gestante pode engordar?

As gestantes que tem um peso normal e saudável antes da gravidez devem ganhar em torno de 11 a 14kg durante a gravidez. As que estão acima do peso saudável devem engordar apenas de 7 a 9kg enquanto as gestantes que estão abaixo do peso tem que ganhar de 13 a 16kg ao longo dos nove meses.

É importante cuidar a alimentação durante a gestação e não se deixar levar pelo sedentarismo. O excesso de peso durante a gravidez pode levar à obesidade. Além disso, a grávida acima do peso corre o risco de ter diabetes gestacional, entre outras doenças. Essas complicações podem dificultar o parto e a mulher pode ter que optar por uma cesárea. No caso das gestantes abaixo do peso, há o risco é do bebê nascer mais fraco, menos nutrido e mais propenso a ter infecções e outras complicações pós-natal.

Em vista disso, toda gestante deveria cuidar da alimentação e do peso e também contar com o acompanhamento do nutricionista e do médico que está fazendo o pré-natal para garantir uma gravidez tranquila e que o bebê nasça forte e saudável.

Assuntos: Gravidez

Dicas pela Web