Por que os homens dormem logo após o sexo?

Cair no sono depois que a relação sexual acaba pode possuir razões fisiológicas ou emocionais

Escrito por Carolina Werneck

Foto: Thinkstock

Após longos momentos de intenso prazer, intimidade e cumplicidade entre os lençóis, o seu príncipe encantado te dá um beijinho murcho, vira para o outro lado e, finalmente, dorme feito uma pedra em questão de segundos. Essa é uma reclamação feminina das mais antigas, no que diz respeito ao sexo oposto. Por quê, depois de tanto calor humano, os homens caem no sono e nos deixam falando sozinhas?

Um estudo francês, publicado na revista Neuroscience and Biobehavorial Reviews, apontou como responsável o organismo masculino. Ao que tudo indica, partes do cérebro dos homens “desligam” automaticamente todas as sensações de desejo masculinas tão logo o sexo acaba.

“Estes testes nos dão as primeiras pistas sobre o que acontece no cérebro durante o orgasmo”, diz Serge Stoleru, o neurocientista responsável pela pesquisa. “Depois de ter um orgasmo, os homens em geral experimentam um período refratário, motivo pelo qual não conseguem acordar”, explica.

O que Stoleru chama de período refratário é o intervalo de tempo necessário para que o organismo masculino se recomponha e possa voltar a sentir desejo sexual. A pesquisa também demonstrou que isso não acontece com as mulheres.

Mas calma, isso não quer dizer que o organismo do seu parceiro esteja evitando você, pelo contrário. Uma outra pesquisa, realizada em conjunto pela Universidade de Michigan e a Universidade de Albright, na Pensilvânia, afirma que dormir logo após o sexo é um sinal de que há um profundo sentimento entre o casal. Não é difícil de entender o motivo: embora o cérebro esteja fazendo de tudo para impedir que o homem volte a sentir desejo logo depois do orgasmo, sempre é possível que o cara simplesmente se levante e vá fazer outra coisa. Entretanto, se ele permanece ao seu lado e adormece, é porque se sente seguro e não tem intenção de fugir de você, ao menos a princípio.

De acordo com o sexólogo Walter Ghedin, “a impossibilidade de voltar a sentir desejo por uma nova relação sexual frequentemente faz com que os homens durmam logo após o sexo. A estas considerações de ordem fisiológica somam-se outras mais como, por exemplo, a dificuldade de comunicação (‘não tenho nada a dizer’), não saber expressar como viveu a experiência (‘foi bom e isso é tudo’), a automatização ou o costume (‘nada de diferente, sempre foi assim’), entre outras desculpas (‘estou cansado, conversamos amanhã’)”.

Portanto, o fato de que o corpo do seu parceiro o condiciona a dormir assim que a ação acaba não garante que o problema não esteja no próprio relacionamento. Com o tempo, é comum que o casal caia em uma rotina, o que acaba atrapalhando a relação, que se torna monótona. Nesse caso alguns fatores, como a comunicação, são prejudicados, e ambos passam a notar um crescente afastamento.

Para a maioria dos problemas de relacionamento entre um casal, a melhor atitude é o diálogo. Em uma conversa franca, podemos entender o que está incomodando e deixar claro que nos incomoda neles também. Falar sobre as dificuldades garante que não haja mal entendidos e evita que o distanciamento do parceiro se torne ainda maior com o passar dos anos.

Assuntos: Relacionamentos, Sexo

Dicas pela Web