Por que as crianças devem praticar esportes?

Saiba como evitar o sedentarismo e conheça os esportes compatíveis à idade do seu filho

Escrito por Juliana Cazarine

No Brasil, uma em cada três crianças está acima do peso. Esse alto índice não se deve apenas ao fato de hoje os pequeninos se alimentarem mais com produtos industrializados do que com ingredientes naturais, mas também porque não praticam esportes.

Por terem que dedicar tempo ao trabalho, à vida pessoal e à tarefa de ser mãe, as mulheres deixam os filhos passarem horas em frente ao computador ou ao vídeo game. E preocupante consequência dessa situação é o sedentarismo e, logo, a obesidade infantil.

Crianças que levam um estilo de vida sedentário têm maior risco de desenvolver problemas cardíacos, diabetes ou outras doenças crônicas. Por esse motivo, mais do que ficarem atentas à alimentação, as mamães devem incentivar os filhos a praticarem esporte desde cedo.

Não importa qual a modalidade, a atividade esportiva na infância é fundamental para um crescimento saudável e ainda oferece benefícios ao corpo e à mente. Confira quais são estes benefícios:

  • Enrijecimento da musculatura;
  • Favorecimento do desenvolvimento psicomotor;
  • Promoção integração social;
  • Criação de hábitos saudáveis;

E por falar em modalidades, é preciso ter cuidado ao escolher o esporte que a criança irá praticar. Por exemplo, até mesmo bebês podem se dedicar às atividades físicas por meio da natação, já os esportes que envolvem regras e competição devem ser deixados para as crianças mais velhas, que já têm maturidade para entender que podem perder ou ganhar.

Conheça as atividades preferidas da garotada e descubra qual delas é mais recomendada para o seu filho:

1. Natação: Por conta dos movimentos em baixo d’água, a natação pode melhorar a capacidade respiratória, aumentar o equilíbrio, a força e a coordenação motora, além de desenvolver atividades psicomotoras. Essa atividade auxilia a prevenção e recuperação de asma, bronquite e problemas ortopédicos.

A prática é recomendada já a partir dos 6 meses de idade.

2. Dança: Fazer passinhos sincronizados de balé ou praticar qualquer outro tipo de dança é uma ótima maneira de exercitar o corpo. Dançar desenvolve a coordenação motora, agilidade, leveza, flexibilidade, equilíbrio e força, além de oferecer noções de ritmo, tempo e espaço.

Crianças a partir de 3 anos podem mexer o corpo em coreografias ensaiadas.

3. Artes marciais: Karatê, Judô e Tae-Kwon-Do desenvolvem a disciplina e o caráter da criança, características que podem ser transferidas até mesmo aos estudos. Além disso, esses esportes estimulam equilíbrio, flexibilidade e agilidade.

Esportes recomendados para crianças com idade a partir de 4 anos.

4. Futebol, handebol, vôlei e basquete: Como são praticados em equipes, esses esportes desenvolvem a capacidade de trabalhar em grupo e de interagir com outras crianças. A própria criança pode escolher uma dessas modalidades.

Por meio de atividades lúdicas, é possível começar a praticar futebol, handebol, vôlei e basquete a partir dos 3 anos. No entanto, para dar início às competições e às regras dos esportes, as crianças devem ter, no mínimo, 5 anos de idade.

A pediatra Julia Borges explica que “por trás do interesse em manter uma rotina saudável, as crianças devem enxergar o cunho divertido da prática esportiva durante a infância”.

Para você