8 plantas capazes de sobreviver até no local mais escuro da casa

Conheça espécies de planta adaptadas à condições de baixa iluminação que são uma ótima pedida para ambientes internos

Escrito por Danielly Oliveira
Foto: Reprodução / Adventures in cooking

Foto: Reprodução / Adventures in cooking

Cultivar plantas em casa é uma ótima forma de tornar o ambiente mais aconchegante e bonito, porém nem sempre é fácil dedicar um tempo para o cuidado delas, seja pela correria do dia a dia ou simplesmente falta de jeito.

Se estes são seus motivos para não ter uma planta em casa, pode deixar as desculpas de lado, afinal existem espécies mais adaptadas para interiores e que exigem cuidados mais simples e/ou esporádicos.

Um dos fatores mais determinantes para o desenvolvimento das plantas é a iluminação e cada uma possui seu tipo de luz ideal.

Nesse sentido, quando o assunto são plantas para cultivar em casa, espécies mais adaptadas à sombra ou iluminação indireta tendem a se dar melhor no ambiente interno.

Conheça então, algumas espécies capazes de sobreviver com pouca luz e escolha a planta perfeita para o seu lar.

Leia também: 15 plantas para cultivar em casa e melhorar a qualidade do ar que você respira

1. Orquídea Baunilha – Vanilla bahiana

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Essa é uma espécie de orquídea trepadeira que é comumente encontrada presa à árvores, no entanto, segundo o professor do curso de Agronomia do Centro Universitário Anhanguera de Leme, Otavio Faria, ela se adapta muito bem a lugares fechados e escuros, sendo uma boa opção para dentro de casa.

“Além de serem belas plantas, apresentam lindas flores verdes e quando polinizadas podem produzir favas muito aromáticas.”, afirma Otavio.

2. Calatéia zebra – Calathea zebrina

Foto: Reprodução / Thilde Secher

Foto: Reprodução / Thilde Secher

A Cataléia zebra ou apenas planta zebra é dona de uma folhagem cheia e de um verde escuro marcante. Seu tamanho pode variar, mas não chega a atingir grande alturas, podendo ser cultivada em ambientes pequenos ou amplos. É preciso atentar-se à umidade do ar e do solo, necessária para que ela se mantenha bonita em ambientes internos.

3. Maranta-cinza – Ctenanthe setosa

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

De aparência bastante parecida com a Calatéia, a Maranta-zina é nativa da América do Sul e também apresenta folhas alongadas e estampadas com diferentes padrões de listras. Segundo o especialista, o cultivo desta espécie é simples, ela traz um toque rústico para a decoração e se adapta aos diversos ambientes da casa.

4. Dracena bambu – Dracaena surculosa

Foto: Reprodução / Lechuza

Foto: Reprodução / Lechuza

A Dracena bambu se adapta bem em interiores, porém pede algum tipo de iluminação indireta. Apesar deste detalhe, é uma boa opção para cultivar em casa devido a sua beleza natural e sua resistência à podas e doenças.

Leia também: 7 tipos de plantas para quem tem pouco tempo livre

“Nativa da África tropical, é uma planta muito bela e rústica que pode chegar até dois metros de altura, ótima para aqueles cantos altos da sala.”, esclarece o professor.

5. Clorofito – Chlorophytum comosum

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Também chamada de Planta Aranha, o Clorofito é uma planta de fácil cultivo, podendo ser uma espécie bacana para quem não possui muito tempo ou paciência. Ficam lindas plantadas em vasos pendentes, pois suas as folhas se espalham e embelezam qualquer espaço.

6. Abacaxi-roxo – Tradescantia spathacea

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

O Abacaxi-roxo é uma ótima opção para ambientes internos e jardins, já que se adapta bem a diferentes condições de iluminação. Segundo o especialista, é originária do México e pode ser cultivada com pouca quantidade de solo e alta umidade.

7. Flor de cera – Hoya carnosa

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

“Nativa da China, é uma planta vigorosa, de fácil cultivo, muito resistente ao estresse de falta de água e apresenta belos buquês de flores muito perfumadas durante a manhã.”, explica Otavio Faria. Fica bem tanto em vasos comuns quanto em vasos pendentes, a espécie perfeita para busca um meio termo entre o rústico e o delicado.

8. Pleomele – Pleomele reflexa

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

De acordo com o professor Otavio, essa planta é nativa de Madagascar e aprecia elevada umidade. As folhas possuem um verde vibrante e a iluminação ideal para ela é a indireta, ou seja, é possível cultivar dentro de casa sem muitas dificuldades.

Leia também: Horta em casa: o que plantar, como cultivar e cuidar das hortaliças

É preciso lembrar que toda planta precisa de luz e cuidados, mesmo que sejam mínimos. Independente da planta que você escolha cultivar o importante para mantê-la sempre bonita é conhecê-la bem.

Assuntos: Decoração

Dicas pela Web
Comentários