30 fotos de piercing na orelha que vão te deixar apaixonada

Conheça os diferentes tipos de perfuração e esclareça dúvidas sobre a perfuração e os cuidados

Escrito por Luciana Rodrigues

Foto: Reprodução / Chalalai Eggen

Os piercings são joias que permitem fazer uma mudança corporal, expressando assim, a personalidade quem os coloca.

Um dos tipos mais comuns é o piercing na orelha, isso graças ao habitual uso dos brincos. No entanto, mesmo considerando somente essa região, existem muitas opções e modelos de piercing.

Confira essas 30 fotos de inspiração incríveis e encontre o piercing dos seus sonhos.

1. Um piercing na orelha garante um charme extra

Foto: Reprodução / Stephanie

2. Pode acompanhar os alargadores

Foto: Reprodução / Whitney

3. Ser discreto e minimalista

Foto: Reprodução / Ashley Darling

4. Ou, até mesmo, complementar uma tattoo

Foto: Reprodução / Ozσ́яισ, Rєηαтσ

5. Podem ser delicados, com uma pedrinha

Foto: Reprodução / Mandala Tattoo

6. Ou então, simples e tradicionais

Foto: Reprodução / Stephanie

7. E que tal combiná-lo com o brinco comum?

Foto: Reprodução / Derek Gregston

8. E essa pode ser uma combinação bem sofisticada

Foto: Reprodução / Stephanie

9. Eles podem ser dourados

Foto: Reprodução / Gabriela Paulino

10. Prateados

Foto: Reprodução / natbodypiercing

11. Ou então coloridos

Foto: Reprodução / Piercings by Rachel Ballard

12. Por que parar com um só, não é mesmo?

Foto: Reprodução / Ricardo Tattoo Studio

13. Há diversos tipos de piercing de orelha de acordo com o local do furo

Foto: Reprodução / Ornamente Tattoo e Piercing

14. Como o industrial, transversal ou megabell

Foto: Reprodução / Leandro

15. O daith

Foto: Reprodução / marialoka.studio

16. O tragus

Foto: Reprodução / Diego Poltronieri

17. Helix

Foto: Reprodução / Елена Полночь

18. Rook

Foto: Reprodução / Vinicius Marques

19. E o anti-helix

Foto: Reprodução / Piercing Abondance

20. E você pode combinar vários deles na mesma orelha

Foto: Reprodução / Convinced

21. Que o efeito final fica lindíssimo!

Foto: Reprodução / Samantha Piercer

22. O importante é que a mistura case com o seu estilo

Foto: Reprodução / Miranda

23. Seja ele um estilo mais minimalista

Foto: Reprodução / alex_isabella_norris

24. Ou um pouco mais extravagante

Foto: Reprodução / Vivi Villain

25. Você também pode escolher por modelos diferentes

Foto: Reprodução / Stephanie

26. Ou até mesmo tipos diferentes de perfurações

Foto: Reprodução / INKNM_tattoo

27. O interessante é encontrar o que você acha mais bonito para si

28. Pois afinal, é uma forma de expressão totalmente sua

Foto: Reprodução / Fevabuy

29. Então, use e abuse da criatividade ao escolher seu modelo de piercing de orelha

Foto: Reprodução / Quentin Inglis

30. Independentemente da sua idade e do seu gosto, vai ficar lindo!

Foto: Reprodução / Kimberley Busby

Viu só quanta ideia legal e linda?

Dúvidas frequentes sobre piercing na orelha

Foto: iStock

Apesar de ser algo bastante comum, muitas pessoas ainda têm muitas dúvidas sobre a aplicação do piercing na orelha. Também, não é para menos, já que se trata de uma perfuração e a inserção de um objeto diferente no corpo.

Leia também: Piercing no nariz: tudo sobre a colocação, os cuidados e muitas fotos para inspirar

Para ajudar, confira as informações que a bodypiercer Aline Mateus compartilhou para tirar suas dúvidas!

Como é a colocação?

“Piercing na orelha é o tipo mais clássico, a colocação de cada tipo leva muito em conta a anatomia de cada pessoa, um furo, por mais simples que seja, nunca fica igual a outro. Cada cliente é estudado de maneira com que a perfuração não lhe cause transtornos. A orelha é um local no qual a joia pode ficar discreta ou destacada, dependendo do modelo escolhido, homens e mulheres são adeptos dessa moda e inovam cada vez mais.”, explica a profissional.

Dói?

“Ao contrário do que muitos acham, piercing na orelha dói sim. Porém é uma dor moderada e rápida! A dor é maior durante a perfuração. Tudo vai da sua tolerância a dor. Nos primeiros dias, pode ser que você também sinta um pouco de dor, ela vai diminuindo a cada dia que passa, caso não ocorra complicações.”, aponta Aline.

Qual o tipo de piercing mais pedido pelos clientes?

A bodypiercer aponta: “A parte mais perfurada da região auricular continua sendo a Helix, o nome talvez soe estranho porque piercing no Helix é um termo norte-americano. Aqui no Brasil é conhecido popularmente como piercing na cartilagem. Dos tipos de piercing populares este é o mais discreto e sem qualquer preconceito, porque é visto como um brinco”.

Qual o valor médio da colocação do piercing?

“Geralmente a colocação de piercing convencional (com joia em aço cirúrgico 316L) está na faixa de R$50,00. As joias de ouro e titânio são mais caras, variando a partir de R$120,00”.

Leia também: Piercing no tragus: o charme de uma joia versátil e acessível

Existem contraindicações?

Aline explica: “Os menores de 18 anos só podem colocar um piercing se tiverem uma autorização dos pais ou responsáveis, conforme exigência da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). É contraindicado para diabéticos, mulheres gestantes e pessoas com doenças de pele”.

Ou seja, bem tranquilo, não é mesmo? Mas não é só isso. É preciso se atentar aos cuidados também.

Cuidados essenciais com seu piercing

Foto: iStock

Um piercing que não tenha sido devidamente cuidado pode passar de algo bonito para um problema de saúde. Por isso, é essencial tomar todas as precauções, principalmente no processo de cicatrização.

Para isso a bodypiercer Aline Mateus dá as dicas certeiras de como realizar os cuidados corretamente:

Fure em estabelecimentos seguros: Segundo a profissional, procurar informações sobre a reputação e experiência do estabelecimento e do profissional é essencial.

Leia também: Piercing: uma arte que pede cuidado

O barato sai caro: “Priorize a segurança e a qualidade do serviço oferecido, sem exaltar o valor cobrado! Um piercing mal aplicado pode sair mais caro do que a economia inicialmente oferecida”, alerta Aline.

Cuidados com limpeza: “Mantenha absoluta higiene no local perfurado, nunca brinque e toque o local sem estar devidamente com as mãos limpas. A limpeza pode ser feita com Álcool 70% ou antisséptico”, explica a profissional.

Alerta com a alimentação: “Mantenha uma boa alimentação no primeiro mês da perfuração, a fim de aumentar a imunidade. Evite alimentos gordurosos, condimentados e de origem duvidosa”, ressalta Aline.

Cuidado para não machucar o local: “Evite atritos no local da perfuração, como roupas apertadas, headfones, puxões, etc.”

Tenha paciência: “Faça a troca de joia somente após 30 dias”, aconselha a bodypiercer.

Leia também: Confira fotos de piercing no smile e tire todas suas dúvidas

Segundo Aline, é importante seguir com atenção as orientações, pois “a região pode inchar, vindo causar muito incômodo, ter secreção de pus e, posteriormente, o surgimento de granuloma (massa ou nódulo de tecido cronicamente inflamado), sendo assim aconselhável remover o adorno”.

Dúvidas tiradas? Agora é a hora de procurar um bom profissional, escolher sua joia e cuidar direitinho do furo até o final do processo de cicatrização!

Assuntos: Corpo

Para você