Otoplastia: como é feita, benefícios, riscos e recuperação

Escrito por Tais Romanelli

iStock

A otoplastia – também conhecida como cirurgia da orelha – é indicada, em geral, para reparar imperfeições na estrutura das orelhas (provenientes do próprio nascimento e desenvolvimento da pessoa ou causadas por alguma lesão).

Marcelo Moreira, cirurgião plástico, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos (ASPS), explica que a otoplastia é qualquer plástica no pavilhão auricular, ou orelha. Saiba mais sobre o procedimento, benefícios, riscos e preço da cirurgia.

Procedimento

iStock

A otoplastia, segundo Moreira, “pode ser reparadora, estética, simples como fechar uma fissura ou rasgo no lobo de orelha ou reconstrução total da mesma. A mais comum é para correção de ‘orelha em abano’”.

Como no caso de outras cirurgias, previamente ao procedimento, será necessário passar por avaliação médica, fazer exames e seguir as demais recomendações do médico cirurgião. O procedimento em si costuma durar de duas a três horas e pode ser resumido nas seguintes etapas:

  • É feita a anestesia, que poderá ser sedação local e intravenosa ou anestesia geral, conforme recomendação do médico.
  • De forma geral, para a correção de orelhas em abano, são usadas técnicas cirúrgicas para diminuir o ângulo da orelha com o crânio e refazer (aumentar ou criar) a anti-hélix (ou anti-hélice, dobra que fica por dentro da borda da orelha) – que também está apagada em casos de orelha em abano.
  • Costuma-se também reduzir a cartilagem da concha (concavidade mais profunda do ouvido externo).
  • As incisões, em geral, são feitas atrás da orelha. Mas, em casos em que elas precisam ficar na parte da frente, as mesmas são feitas nas dobras (para ficarem escondidas).
  • É feita ainda sutura não removível internamente, a fim de criar e sustentar a cartilagem recém-moldada.
  • São usados pontos externos para fechar as incisões.

Vale reforçar que este é apenas um exemplo de passo a passo, visto que cada cirurgia tem suas particularidades, de acordo com o motivo/objetivos do procedimento.

Leia também: 15 mitos e verdades sobre a plástica de nariz esclarecidos

Marcelo Moreira comenta que o resultado da otoplastia pode ser notado imediatamente após a cirurgia. “Porém, o ele costuma aparecer, de fato, após um mês aproximadamente”, diz.

Benefícios da otoplastia

iStock

Moreira destaca que a cirurgia é indicada para crianças, adolescentes ou adultos que têm (e se incomodam) com alguma deformidade na orelha, como, no caso mais comum, a orelha em abano. Neste sentido, podem ser destacados como principais benefícios do procedimento:

  1. Aparência mais harmoniosa: a otoplastia propicia uma aparência mais natural, pois gera maior equilíbrio/proporção entre as orelhas e a face.
  2. Melhora da autoestima: a otoplastia oferece mais do que benefícios estéticos, visto que, muitas vezes, o incômodo com o formato, as proporções ou a posição da orelha prejudica a autoestima da pessoa.

Melhorar a autoestima pode ser muito importante, inclusive, no caso de crianças que, especialmente quando iniciam o convívio com colegas na escola, se tornam alvo de brincadeiras e apelidos maldosos (devido ao formato das orelhas).

A cirurgia, em geral, pode ser realizada a partir dos seis ou sete anos em crianças saudáveis, visto que, nesta idade, a cartilagem já se completou mas ainda é mais “moldável”, o que torna a cirurgia tecnicamente mais simples.

Riscos

iStock

Moreira explica que, como toda cirurgia, a otoplastia tem seus riscos e deve ser feita em hospital. “Os principais riscos são locais, como infecção e hematoma”, comenta.

Leia também: Bichectomia: indicações, riscos e mais detalhes da cirurgia que afina o rosto

Dessa forma, podem ser citados como possíveis riscos da otoplastia:

  • Sangramento/hematoma
  • Infecção
  • Má cicatrização
  • Inchaço
  • Riscos gerais provenientes da anestesia
  • Dor
  • Assimetria
  • Alergias (por exemplo, a fitas ou outro material usado)

Porém, a tendência, como em outras cirurgias, é que tudo corra bem quando se é escolhido um bom profissional. Por isso, é essencial fazer o procedimento apenas com médico especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Recuperação

iStock

É essencial seguir todas as orientações passadas pelo cirurgião plástico. Entre elas, costumam estar:

  • Usar uma faixa de cabelo. Moreira explica que o principal no pós-operatório é usar direto uma faixa nos primeiros 15 dias (dia e noite). E, depois disso, usá-la apenas para dormir por mais 15 dias.
  • Tomar corretamente os medicamentos prescritos pelo médico.
  • Permanecer em repouso nos três primeiros dias.
  • Evitar alimentos que exijam “muita força” para mastigar.
  • Não lavar o cabelo nos primeiros dias para não molhar o curativo.
  • Não realizar atividades físicas pelo menos nas três primeiras semanas ou conforme orientação do médico.

Como sempre, seguir as recomendações do médico é essencial para o sucesso da cirurgia e, também, para evitar problemas e desconfortos desnecessários.

Valor da otoplastia

iStock

O CRM não permite que o cirurgião plástico divulgue valores. Além disso, o preço da otoplastia varia muito de acordo com a experiência do médico e com as particularidades do procedimento que será realizado.

Leia também: Estar preparado psicologicamente para a cirurgia plástica é fundamental

No entanto, de acordo com relatos de quem já realizou este procedimento, a média de preço varia de R$ 3000 a R$ 7000.

Além disso, alguns planos de saúde cobrem este procedimento e também existe o Projeto Orelhinha, uma iniciativa social que viabiliza otoplastias em 16 cidades no Brasil, do Ceará ao Rio Grande do Sul – vale a pena pesquisar para saber se é uma possibilidade para você.

Depoimentos sobre a otoplastia

Nada melhor do que ouvir a experiência de pessoas que já fizeram a cirurgia e podem te ajudar a esclarecer dúvidas e tomar coragem para fazer a sua. Confira:

Otoplastia, por Jana Taffarel

Jana conta todos os detalhes da sua cirurgia, desde o pré até o pós-operatório, e tira as principais dúvidas sobre o assunto. Além disso, ela te deixa dicas para escolher o seu médico e decidir finalmente fazer a otoplastia.

Leia também: Hidrolipo: como é feita, riscos e indicações da cirurgia

Tudo sobre minha otoplastia, por Mayara Costa

A Mayara fez a a cirurgia dela pelo Projeto Orelhinha, uma alternativa para quem o custo é um impeditivo. No vídeo, ela compartilha todas as etapas que cumpriu até o dia da cirurgia e conta o que ela sentiu durante o procedimento em si.

Minha cirurgia plástica – Otoplastia, por Thays Gomes

O pós-operatório da Thays teve algumas pequenas complicações, como assaduras na orelha e rejeição de um dos pontos internos. Ela explicou o que fez para lidar com essas questões, além de contar todos os detalhes da cirurgia dela.

Otoplastia: Quanto custa? Recuperação?, por Nah Vilar

O vídeo é bem completo e nele a Nah conta como era a sua vida antes da cirurgia, qual a média de preço que encontrou ao pesquisar na cidade dela, como foi a cirurgia e a recuperação.

Agora é só estudar a melhor possibilidade para você e se organizar para fazer sua otoplastia. Conheça também os benefícios e esclareça suas dúvidas sobre blefaroplastia (ou cirurgia das pálpebras).

Assuntos: Cirurgia plástica

Para você