Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Os perigos do consumo excessivo de refrigerante

Saiba porque a ingestão em excesso de refrigerantes pode ser prejudicial para sua saúde

em 12/02/2015

Hoje o refrigerante já tomou o lugar da água nos hábitos alimentares de muitas pessoas. Alguns bebem durante as refeições e outros durante o dia, como uma forma de se refrescar. Mas será que o refrigerante é realmente o líquido mais indicado para ser tomado com tanta frequência?

A composição dos refrigerantes em geral têm cafeína, corantes, conservantes e acidulante, geralmente o ácido fosfórico. Além disso, os refrigerantes trazem grandes quantidades de açúcar e no caso dos refrigerantes light, diet ou zero, adoçantes artificiais.

Um dos perigos do consumo excessivo de refrigerante, é que a bebida pode chegar a danificar os dentes de forma irreparável. Acredita-se que o acidulante pode causar erosão dental e o excesso de açúcar pode ser o principal causador de cáries. Porém, esta é uma questão ainda muito controversa, que gera diferentes opiniões em diferentes especialistas.

A erosão dental, porém, pode ser tanto benéfica quanto maléfica para os nossos dentes. Inclusive, o próprio estômago possui elementos corrosivos que causam erosão. Porém, o excesso de acidulante presente nestas bebidas pode agravar esta reação, gerando sensibilidade nos dentes e má aparência.

Os riscos dos refrigerantes para a saúde dependem de alguns fatores, como frequência do consumo, hábitos alimentares, higiene bucal além de outros sob os quais temos menos controle, como teor de ácido dos refrigerantes, quantidade e composição da saliva.

A boca possui bactérias que liberam ácidos quando consomem o açúcar presente nela. Estes ácidos podem gerar uma perda de minerais e a consequente aparição de cáries nos dentes. Os refrigerantes sem açúcar, por sua vez, possuem grandes concentrações de carboidratos fermentáveis que também podem levar ao surgimento de cáries.

Sendo assim, fica difícil escolher qual o tipo de refrigerante que pode ser consumido livremente sem restrições e que não cause nenhum tipo de problema. Neste caso, talvez a melhor opção seja não consumir refrigerantes ou limitar bastante sua ingestão.

Comentários
Dicas relacionadas