Oligoterapia: o poder dos minerais

Conheça o tratamento que repõe os minerais para fazer o organismo funcionar em equilíbrio e pode servir como uma lipo natural

Escrito por Deborah Busko

Ansiedade, nervosismo e estresse geralmente são reflexos de uma vida agitada, mas também podem ser causados pela falta de minerais no organismo. O corpo humano necessita de minerais em quantidades muito pequenas, que devem ser ingeridos através de uma alimentação equilibrada e variada.

No entanto, se estes minerais faltarem, o organismo não consegue realizar diversas funções metabólicas corretamente. Outro problema é a incapacidade do organismo de assimilar os minerais necessários ao seu bom funcionamento, causada pela agitação do dia-a-dia, alimentação inadequada, instabilidade emocional, poluição, falta ou excesso de exercícios físicos, entre muitos outros fatores.

A carência de minerais pode desencadear várias doenças. A falta de zinco, por exemplo, leva a problemas do sistema imunológico. Já a falta de magnésio e selênio pode levar a doenças cardíacas.

Para resolver o problema, existe a oligoterapia, um método terapêutico que suplementa o corpo fornecendo os minerais que necessitam ser repostos. Ao equilibrar os níveis dos minerais, a oligoterapia também restabelece o equilíbrio físico e emocional, aumenta as defesas imunológicas e combate o estresse.

Como é feito o tratamento?

Primeiramente é feita uma consulta com um especialista, que irá aplicar um questionário com perguntas sobre o estilo de vida, hábitos e rotina da pessoa. Através das respostas, é possível chegar a um perfil que aponta quais minerais estão em falta no organismo.

Depois, o tratamento pode ser feito com cosméticos ou medicamentos e tem a grande vantagem de não apresentar efeitos colaterais ou contraindicações. Por isso, pode ser prescrito por longos períodos e não causa dependência no organismo.

Por meio das correções dos minerais pela oligoterapia, o corpo recupera seu equilíbrio e volta a ter um funcionamento normal. O uso dos oligoelementos também estimula funções como a quebra de gordura, a drenagem de líquidos, o fluxo sanguíneo e a eliminação de toxinas, funções vitais para combater a gordura localizada, celulite e flacidez e que ficam comprometidas quando o organismo está em desequilíbrio.

Por isso, a técnica ganhou o apelido de lipo natural e há quem procure o tratamento para perder medidas e ficar com o corpo em forma. Confira alguns exemplos da ação dos minerais na oligoterapia:

  • Boro: é diurético, ajuda no tratamento da celulite;
  • Cobalto: diminui a ansiedade;
  • Cromo: modera o apetite;
  • Enxofre: estimula do funcionamento do fígado e do estômago, facilitando a eliminação das toxinas acumuladas;
  • Fósforo: estabiliza o metabolismo e regulariza o sistema nervoso central;
  • Manganês: estimula o funcionamento das glândulas endócrinas, favorecendo o correto aproveitamento dos nutrientes e a eliminação de gorduras.

Dicas pela Web