10 coisas que você nunca deve fazer com o filho dos outros

Escrito por Beatriz Castells

Foto: iStock

Sabe aquele ditado “não faça com os outros o que não gostaria que fizessem com você”? Pois é, existem algumas coisas que você não deveria fazer com o filho dos outros se não gostaria que fizessem com o seu. E, se você ainda não tem filhos para saber dessas coisas, nós estamos aqui para te contar. Confira 10 situações que tiram qualquer pai ou mãe do sério.

1. Não acorde a criança

Gif: Reprodução / Giphy


Se você já tem um filho, provavelmente sabe como às vezes pode ser difícil fazê-lo dormir. Muitas crianças, principalmente bebês recém-nascidos, têm dificuldades com a rotina do sono e isso pode ser muito estressante tanto para a criança como para os pais. Por isso, se uma criança está finalmente dormindo, deixe-a descansar. Além de colaborar com os pais, você também permite que aquela criança descanse e usufrua do sono que é tão imprescindível na infância.

2. Não beije o bebê

Gif: Reprodução / Giphy


Tudo bem, nós sabemos que bebês são muito fofos e a nossa vontade de apertá-los e enchê-los de beijinhos é quase incontrolável. Mas, antes de ter um ataque de fofura, pense nas bactérias que existem na sua boca e como isso pode ser prejudicial a esses seres tão pequenos e indefesos. Pode parecer um ato inofensivo, mas a saliva pode conter inúmeras bactérias e vírus causadores de doenças sérias, como a herpes, por exemplo.

3. Não desautorize os pais da criança

Gif: Reprodução / Giphy


Quem nunca ouviu um adulto dizer “deixa ele!” quando os pais estão repreendendo a atitude da criança? Se você já ouviu isso, ou até mesmo já falou isso, saiba que essa atitude não deve se repetir nunca mais. A educação da criança é de responsabilidade dos pais e, se eles não deixaram a criança fazer alguma coisa, devem ter um bom motivo para isso. Também é importante lembrar que não se deve falar mal dos pais da criança perto dela, pois nessa fase as crianças podem ficar confusas com esses dizeres.

4. Não ofereça alimentos a criança sem a autorização dos pais

Gif: Reprodução / Giphy

Essa dica você deve anotar em um lugar que veja todos os dias para não esquecer. Pode ser que dar um chocolatezinho ao filho da sua amiga pareça algo bobo para você, mas esse ato pode trazer sérias consequências. Seja por opção dos pais de não dar algum tipo de alimento à criança ou por motivos de saúde, como alergias, por exemplo, não cabe a você decidir o que essa criança vai comer ou não. Sempre consulte os pais antes de oferecer qualquer coisa aos pequenos.

Leia também: 10 corpos de mulheres após a gravidez para você observar, admirar e respeitar

5. Não dê comida a uma criança se o talher já tiver sido usado

Gif: Reprodução / Giphy


Esse conselho é bem similar à dica do beijo. Compartilhar saliva é coisa de adulto e você já sabe muito bem como fazer isso e quais riscos está correndo. Não importa se você se considera 100% saudável, sempre use um talher higienizado para dar comida à uma criança que não seja seu filho. Isso a protege contra germes, bactérias e vírus que uma vez que já estiveram na boca alheia.

6. Não fume perto da criança

Gif: Reprodução / Giphy


Fumar perto de alguém, mesmo que essa pessoa já tenha passado da infância, requer um pouco de respeito. Para quem não fuma, o cheiro do cigarro é bastante incômodo, sem contar que estar perto da fumaça também é bastante nocivo à saúde. A educação da criança é de responsabilidade dos pais, mas o bem-estar dela diz respeito a todos.

7. Não leve seu filho para brincar com outra criança caso ela esteja doente

Gif: Reprodução / Giphy

Nessa hora seja empático(a) e pense se você gostaria que uma criança com gripe, por exemplo, tivesse um contato próximo com o seu filho. Se colocou no lugar desse outro pai ou mãe? Os filhos são os bens mais preciosos e seus pais sempre farão de tudo para que eles estejam longe de qualquer perigo. E isso não tem nada a ver com frescura.

8. Não faça comparações

Gif: Reprodução / Giphy

“Seu filho ainda não anda? Nossa, o filho da fulana com essa idade já até corria!” Preciso falar como isso é desagradável? Cada criança é uma, elas sempre terão suas particularidades e isso não significa que ela é melhor ou pior que outra. Esses tipos de dizeres podem chatear os pais, que acabam se cobrando ou se culpando sem necessidade.

9. Não deixe uma criança segurar um bebê no colo

Gif: Reprodução / Giphy

Os bebês são muito frágeis e até mesmo muitos adultos têm medo de segurá-los no colo. De forma geral, as crianças não têm noção de sua força e suas habilidades manuais podem não estar totalmente desenvolvidas. Caso uma criança queira segurar um bebê no colo, saiba conversar com ela para explicar porque essa não é uma boa ideia. Se mesmo assim ela insistir, coloque o bebê no colo da criança, mas continue no controle da situação, sempre com as mãos entre o bebê e a criança.

Leia também: 13 alimentos mais perigosos para crianças

10. Não rotule o filho dos outros

Gif: Reprodução / Giphy

Não faça, principalmente na frente da criança, críticas negativas à ela. Dizer que uma criança é muito tímida, muito “arteira” ou muito manhosa pode causar traumas aos pequenos, e isso não é exagero. As crianças são muito sensíveis e internalizam o que ouvem, interferindo na formação de suas personalidades. Sem contar que essa atitude pode magoar os pais dessa criança também.

Agora você já sabe, toda vez que for a algum evento com crianças, salve essas dicas e releia para não se meter nessas situações inconvenientes. Lembre-se: o bem-estar das crianças é responsabilidade de todos nós!

Dicas pela Web