Rafa Kalimann quase foi cancelada ao explicar conflito entre Rússia e Ucrânia

Ex-BBB Rafa Kalimann recebeu críticas por fazer um resumo sobre a Guerra na Ucrânia em seu Twitter e disse "vão catar coquinho!"

Publicado por                                
Em 25.02.22 às 12:35

RAFA KALIMANN

Por
Em 25.02.22 às 12:35

Na última quinta-feira (24), a influenciadora digital e ex-BBB Rafa Kalimann fez uma sequência de explicações sobre o conflito entre Rússia e Ucrânia na sua conta pessoal no Twitter.

Publicidade

A influencer disse que tentaria “resumir” o que estava acontecendo de acordo com o que havia pesquisado e alertou que, caso houvesse algum equívoco, era para avisá-la. Em seguida, orientou os fãs a pesquisarem sobre o assunto de forma mais profunda.

Em uma sequência de tweets, Kalimann inicia a sua explicação sobre o assunto:

Publicidade

Logo em seguida, iniciou-se às críticas por parte dos seus seguidores, devido ao fato de Kalimann não possuir formação em Jornalismo, Ciências Políticas e/ou Geopolítica para abordar o assunto de modo responsável.

Quem pode falar sobre um conflito?

Diante uma enxurrada de comentários sobre o assunto, a rede social da influencer tornou-se um espaço de discussões sobre o que era verdadeiro ou falso. Com informações controversas sobre o certo e o errado. Dentre os pontos levantados estava a uma visão ocidental que se tem na abordagem do tema.

Mais tarde, em seus stories no Instagram, a influenciadora falou sobre os comentários na redes: “Eu não emiti uma opinião sobre. Apenas compilei algumas informações de veículos de comunicação que li hoje de manhã e decidi compartilhar com aqueles que assim como eu, também estão assustados e também não entendem exatamente o que está se passando”.

Também comentou sobre ficar surpreendida de que no meio de tanta coisa ruim e pessoas fazendo mal umas às outras, existam seguidores preocupados com sua autoridade ou falta dela. Defendeu que, como cidadã, sentiu-se compelida a falar eque pode haver imprecisão em sua fala, mas também vários veículos de comunicação: “Não sou expert em Geopolítica e nunca pretendi me colocar nesse lugar. E na real […] a gente fala uma coisa em Minas que é: vão catar coquinho”.

É importante compreender que veículos de comunicação têm o dever de levar a informação pública à população, conforme as notícias acontecem. Fontes confiáveis devem sempre ser consultadas ao relatar os fatos, principalmente em situações delicadas como esse tipo de conflito.

Conflitos territoriais são complexos e exigem anos de estudos para falar sobre e devem ser diferenciados de opiniões expostas na internet. Por isso, deve-se ficar atento às fontes e coberturas confiáveis para se informar sobre o assunto.