Quem são as 8 brasileiras mais ricas do mundo?

De Lúcia Maggi até Luiza H. Trajano, essas mulheres estão no ramo do agronegócio, bancário e expansão do varejo para vendas on-line

Publicado por                                
Em 15.04.22 às 9:30

Lúcia Maggi / Reprodução

Por
Em 15.04.22 às 9:30

O 36º ranking anual da Forbes acaba de elencar as pessoas mais ricas do mundo. No total, a lista geral apresenta 2.668 pessoas e apenas 327 são mulheres. Desse número, oito delas são brasileiras, cofundadoras ou herdeiras de negócios que, juntas, possuem uma fortuna de U$ 19,1 bilhões ou R $90,5 bilhões. Veja a seguir a lista:

Publicidade

1. Lúcia Maggi, 89 anos

Lúcia é cofundadora do Grupo André Maggi, mais conhecido como Amaggi, um dos maiores produtores de soja e outras commodities do Brasil. Maggi auxiliou na fundação do grupo em 1977, ao lado do seu marido André Maggi, que faleceu em 2001. Desde então, ela assumiu a chefia do grupo e atualmente é membro consultivo do conselho de administração da empresa. Sua fortuna é de US$ 6,9 bilhões ou R$ 32,7 bilhões

2. Maria Helena Moraes Scripilliti, 91 anos

Herdeira do Grupo Votarantim, um dos maiores conglomerados do Brasil. O início da empresa começou com o pai de Scripilliti, José Ermírio de Moraes, quando em 1918 ele comprou uma indústria têxtil que expandiu para outros setores da economia como o agronegócio. Sua fortuna é de US$ 4,1 bilhões ou R$ 19,4 bilhões.

3. Dulce Pugliese de Godoy Bueno, 74 anos

Em 1972, Dulce e seu ex-esposo Edson de Godoy Bueno, já falecido, fundaram a empresa de seguros de saúde e assistência médica Amil. Em 2012, 90% da empresa foi comprada em pela seguradora United Health Group, dos EUA. Possui uma fortuna de US$ 1,7 bilhões ou R$ 8 bilhões.

4. Ana Lucia de Mattos Barreto Villela, 48 anos

Ana Lucia de Mattos Barreto Villela é pedagoga de formação, é bisneta do fundador do banco Itaú que, ao se fundir com o Unibanco em 2008, tornou-se o maior banco privado da América Latina. Órfã, perdeu os pais em um acidente de avião, o que a levou a ser uma das maiores acionistas da holding Itaúsa. Além da Itaúsa, é acionista da Duratex e destinou parte de sua fortuna a instituições, como o Instituto Alana, fundado por ela para proteção da infância. Tem patrimônio de US$ 1,6 bilhões ou R$ 7,5 bilhões.

5. Luiza Helena Trajano, 70 anos

Luiza Trajano é presidente do conselho do Magazine Luiza e possui 17% da empresa. Sua trajetória como CEO começou em 1991 e terminou em 2015 quando passou o cargo ao seu filho. Esteve à frente de modernizações como a expansão de vendas on-line. O acúmulo de sua fortuna gira em torno de US$ 1,4 bilhões ou R$ 6,6 bilhões.

6. Neide Helena de Moraes, 67 anos

Neta de José Ermírio de Moraes, Neide Moraes herdou 8% do Grupo Votorantim após a morte de seu pai em 2001. Sua fortuna é de aproximadamente US$ 1,3 bilhões ou R$ 6,1 bilhões.

7. Anne Marie Werninghaus, 36 anos

A empresária é a maior acionista individual da WEG. A empresa do ramo de motores elétricos foi cofundado por seu avô, Geraldo Werninghaus. Entretanto, ela não trabalha diretamente na empresa, Werninghaus fundou sua própria no segmento de vestuário. A fortuna da empresária é de US$ 1,1 bilhão ou R$ 5,2 bilhões.

8. Vera Rechulski Santo Domingo, 73 anos

Casou-se com o herdeiro do barão da cerveja Colombiana, Julio Mario Santo Domingo Jr. e controla o total de 11% da holding da família Santo Domingo. Além da holding, ela possui participação na vinícola francesa Château Pétrus. Sua fortuna é estimada em US$ 1 bilhão ou R$ 4,7 bilhões.

Além dessas mulheres, conheça também a veia empreendedora da cantora Rihanna e da ex-BBB Bianca Andrade, que também estão presentes em listas da Forbes.

Publicidade