Amber Heard é condenada no processo contra Johnny Depp

Entenda a decisão do júri e relembre momentos importantes do processo judicial

Publicado por                                
Em 01.06.22 às 17:41

REPRODUÇÃO / LAW & CRIME NETWORK

Por
Em 01.06.22 às 17:41

A atriz Amber Heard acaba de ser condenada a pagar US$ 15 milhões ao ator Johnny Depp. No caso de repercussão internacional, a atriz acusava o ex-companheiro de violência doméstica, tanto física quanto sexual, sobretudo sob o efeito de uso de drogas e álcool.

Publicidade

Mesmo tendo confirmado que mandou mensagem a um amigo dizendo que queria matá-la e queimá-la, Depp afirmava que era ela quem o agredia, além de ser uma pessoa emocionalmente instável.

No entanto, a decisão final entre os jurados foi unânime: Heard difamou Depp. A atriz deve pagar US$ 10 milhões em danos compensatórios, além de US$ 5 milhões em danos punitivos.

Repercussão na mídia e redes sociais

A disputa judicial tornou-se um espetáculo midiático, acompanhado e comentado por fãs e interessados por polêmicas que envolvem famosos. O público que acompanhou o julgamento, como uma espécie de reality show, esteve ao lado de Depp.

Amber, por sua vez, foi tratada como vilã pelo público, independente de provas e relatos, não como uma possível vítima de violência doméstica. Até mesmo o movimento feminista #Metoo foi desacreditado na defesa da atriz.

Além disso, veículos de grande notoriedade, como o ‘The Daily Wire’, investiu em conteúdos anti-Amber Heard no Facebook, chegando a gastos em torno de 47 mil dólares, conforme levantamento feito pelo ‘Vice Worls News’.

5 momentos para entender o caso

Ao longo de todo julgamento, o tribunal ouviu detalhes a respeito do relacionamento conturbado de Johnny Deep e Amber Heard. Confira alguns principais momentos:

Agressão física e sexual: Heard descreveu que Depp a agrediu sexualmente, inserindo uma garrafa de bebida em sua vagina. Isso teria acontecido na Austrália, enquanto o ator gravava a quinta parte de ‘Piratas no Caribe’. Por sua vez, Depp relata que Heard o agrediu, ao jogar uma garrafa nele que cortou a ponta de seu dedo. A atriz disse ainda que o ex-marido também havia chutado suas costas certa vez, devido a ciúmes.

Matéria fecal: Depp mencionou que, em 2016, fezes foram encontradas na cama do casal. Um dos seguranças do ator disse que foi uma “brincadeira horrível” que deu errado. Segundo a própria Heard, ela não tinha envolvimento nisso e poderia ter sido um dos cães que tinham na época.

Imagens como provas: nas fotos apresentadas ao longo do julgamento, Heard não tinha sequelas evidentes de agressões, mas alegou que usou maquiagens para escondê-las, além de ter feito algumas compressas de gelo. Em outras fotos, a atriz aparece com vermelhidões no rosto após uma briga entre o casal em 2016, mas a advogada de Depp, Camille Vasquez, alegou que as fotos foram editadas e, portanto, manipuladas.

Publicidade

Ameaça verbal: conforme mencionado, Depp havia dito que trocou mensagens com um amigo, o ator Paul Bettany, em 2013, quando ainda não era casado com Heard. Nelas, dizia “Vamos queimá-la” e “Vamos afogá-la antes de queimá-la”. Conforme defesa, as frases era “homorísticas”, retiradas uma cena de ‘Monty Python’, em que bruxas eram não só queimadas, mas afogadas.

Depoimento de Kate Moss: ex-namorada de Depp fez um depoimento no qual alegava que o ator nunca a agrediu. Havia rumores de que ele teria a empurrado escada abaixo, mas, conforme relata Moss, ele a ajudou e a levou para atendimento médico.