Noni: consumir ou não? Entenda a polêmica sobre o fruto

Embora o suco de noni seja facilmente encontrado à venda no Brasil, a comercialização do fruto é proibida pela Anvisa

Escrito por Tais Romanelli
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Com o nome científico de Morinda citrifolia Linn, noni é o fruto de uma árvore originária do sudeste Asiático. Lá e em outros lugares do mundo, é utilizado na medicina popular para o tratamento de diferentes tipos de enfermidades.

A árvore chegou ao Brasil e adaptou-se ao clima, podendo, assim, produzir frutos durante o ano inteiro. Leandra Giorgetti, nutricionista do espaço P4B personalized Health, explica que ela é encontrada hoje especialmente nas regiões de São Paulo, Goiás e Pará.

De olho nas possíveis vantagens que o noni poderia oferecer à saúde, aumentou muito o interesse dos brasileiros pelo fruto, bem como o consumo dele e de seus derivados.

“As principais formas de consumo são o suco, as sementes amassadas, o chá feito com as folhas e o extrato em cápsulas”, diz Leandra.

O consumo de noni no Brasil, porém, é cercado de polêmicas. Dessa forma, a maioria das pessoas tem dúvidas sobre o assunto, não sabendo quais são as reais vantagens ou até mesmo os perigos de se consumir o fruto.

Leia também: 10 alimentos que parecem saudáveis mas não são

Benefícios e usos medicinais do Noni

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

O grande problema é que não existem estudos conclusivos sobre as propriedades e benefícios que o noni pode oferecer à saúde.

Leandra explica que até existem na literatura pesquisas científicas com o consumo do noni, porém, na grande maioria, realizadas em países asiáticos, onde a população estudada apresenta características fisiológicas distintas (se comparada à população brasileira).

Os benefícios estudados, de acordo com a nutricionista, resumem-se a ações:

  • Anti-inflamatória;
  • Antioxidante;
  • Digestiva;
  • Preventiva nos casos de câncer.

Porém, vale lembrar: os estudos disponíveis sobre o noni ainda são inconclusivos, tanto em relação aos seus efeitos benéficos quanto nocivos.

Noni e emagrecimento

Um dos grandes motivos que fizeram com que o noni caísse no interesse dos brasileiros foi a possibilidade de o fruto ajudar no processo de emagrecimento. Mas será que isso é verdade? Ele pode mesmo ser um aliado na perda de peso?

Leia também: 12 alimentos que você deve comer todos os dias

“Se nos basearmos em conhecimentos e aplicações empíricas para o consumo do noni, sim, poderíamos pensar que ele emagrece, devido a diversos mecanismos, tais como fator anti-inflamatório, considerando-se que a obesidade é um estado inflamatório crônico”, explica Leandra.

“Porém, existem poucas referências na literatura sobre a real eficácia do fruto no emagrecimento”, lembra a nutricionista.

Consumir ou não? A polêmica sobre o fruto

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

No Brasil, explica Leandra, a comercialização de produtos à base de noni é proibida pela Anvisa, devido a poucos estudos toxicológicos existentes. Apesar disso, a fruta pode ser encontrada facilmente em algumas feiras livres e mercados públicos de algumas cidades do país.

Em outras palavras: os produtos contendo noni não podem ser comercializados no Brasil, pois até o momento não apresentaram comprovação de segurança de uso.

No informe da Anvisa sobre o assunto, é destacado, por exemplo, um estudo feito com 96 voluntários, que foram divididos em 3 grupos, os quais receberam doses de 30, 300 e 750 ml/dia de suco de noni. Foi observado que 3 indivíduos não completaram o estudo provavelmente devido a efeitos adversos do produto, sendo que uma das participantes do grupo que recebia750 ml/dia do produto foi excluída após apresentar elevação nos níveis das enzimas alanina aminotransferase (ALT) e aspartato aminotransferase (AST) na segunda semana da pesquisa.

Leia também: 10 truques para emagrecer aparentemente estranhos mas que funcionam

Diferentes estudos apontaram ainda casos de hepatotoxicidade associados ao consumo de suco de noni, de acordo com informe da Anvisa.

Na Polinésia, o fruto é utilizado pelos habitantes há mais de 2 mil anos. Ele é encontrado, inclusive, em várias partes do mundo: regiões tropicais da África, Caribe, Austrália, China, Malásia, Indonésia e Índia. Alguns dos principais benefícios atribuídos ao noni mundo afora são: efeito antibactericida, analgésico, anticongestivo, antioxidante, expectorante, anti-inflamatório, adstringente, emoliente, laxativo, analgésico, purificador do sangue, imunoestimulante e tônico. Também é atribuída ao fruto ação anticancerígena.

Mas, como os estudos disponíveis sobre o noni ainda são inconclusivos, e a comercialização do fruto e de seus derivados no Brasil é proibida pela Anvisa, o consumo pede muita cautela. Afinal, será que vale a pena arriscar a própria saúde por um produto que nem se quer tem a comprovação de benefícios para a saúde e/ou o emagrecimento?

Onde encontrar o noni

Apesar de ser proibido no Brasil, o noni pode ser encontrado em algumas feiras livres e mercados públicos. Na internet também é possível encontrar o suco do fruto à venda ou até o produto em cápsulas.

Caso decida apostar no produto, lembre-se de consultar antes disso um médico ou nutricionista de sua confiança. Afinal, com saúde não se brinca; e o noni não é considerado um fruto seguro para consumo aqui no Brasil.

Assuntos: Alimentação

Para você