Namoro no trabalho

Saiba por que os relacionamentos entre colegas de trabalho nem sempre são saudáveis

Escrito por Andressa Dias

Considerando a atual falta de tempo que faz parte da vida da maioria dos trabalhadores, o namoro no trabalho acabou se tornando comum. Hoje, as pessoas passam entre oito e doze horas trabalhando e sobra pouco tempo para socialização em outros círculos que não envolvam colegas de trabalho.

Mesmo sem ter a intenção, as empresas acabam criando um ambiente propício para o surgimento de relações que vão além do profissional. Inclusive, alguns estudos mostram que boa parte dos relacionamentos começam em situações que, a princípio, não eram destinadas a esse fim.

As desvantagens do namoro no trabalho

Diversas empresas têm políticas que tentam barrar esse tipo de relacionamento entre colegas de trabalho, mas na realidade elas não têm base legal para isso e não podem proibir o namoro entre funcionários. O que elas podem, e muitas vezes fazem, é manter o casal separado, cada um em um departamento diferente.

Contudo, é importante ter alguns cuidados para não agir de forma desrespeitosa perante a empresa e seus colegas. Algumas atitudes como ter relações sexuais no local de trabalho ou manter comportamento obsceno podem levar à demissão por justa causa.

Em alguns casos, o casal aumenta o nível de estresse no trabalho por tentar esconder o relacionamento. Outros ainda sofrem com o medo da demissão por estarem juntos ou podem ter problemas na relação se um for subordinado do outro.

A principal desvantagem de ter um relacionamento com alguém do trabalho é que essa situação gera um maior impacto das emoções no desempenho da função. Caso haja uma briga entre o casal, é possível que um dos dois ou ambos sejam prejudicados por estarem trabalhando próximos.

Se chegarem a terminar o relacionamento e continuarem trabalhando juntos, pode ser que a situação fique ainda pior. Ver o ex-namorado nos ambientes comuns da empresa já seria ruim, imagine então trabalhar na mesa ao lado.

É muito difícil para um casal que trabalha junto garantir que a relação entre eles não afetará o trabalho. Porém, se ambos conseguirem manter uma postura profissional no ambiente de trabalho e tiverem um ótimo jogo de cintura para tentar separar o pessoal do profissional o máximo possível, é provável que essa relação seja saudável e não comprometa o trabalho e o emprego de nenhum dos dois.

Assuntos: Namoro, Relacionamentos

Para você