Mastologista explica o que é e exercícios para corrigir os mamilos invertidos

Escrito por                    
Atualizado em 22.06.22

iStock

Por
Atualizado em 22.06.22

Conhecido também como mamilo retraído, a condição de mamilos invertidos pode acontecer com homens e mulheres. É considerada uma situação normal, mas pode trazer incômodos, principalmente para elas, na hora de amamentar. Confira as explicações da mastologista Dra. Heliégina Palmieris, da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

Publicidade

O que é o mamilo invertido

Heliégina explicou que “os mamilos normalmente se projetam acima da aréola, porém quando eles invaginam parcialmente ou completamente, são denominados mamilos invertidos”. Ela também comentou que a mulher pode nascer com o mamilo para dentro ou “a inversão é adquirida por causas benignas ou, até mesmo, por um câncer”. Finalizou explicando as principais causas do problema quando adquirido, que envolvem as mastites, a gestação, as cirurgias mamárias prévias e a neoplasia.

O mamilo invertido é prejudicial para a mulher?

iStock

Segundo a mastologista, não, os mamilos invertidos não são prejudiciais para as mulheres. “Na maioria dos casos, a inversão mamilar não é prejudicial, principalmente se estão presentes desde a puberdade, ou associados a causas benignas”, explicou. Ela afirma que uma avaliação médica é importante quando “a inversão é súbita, associada ou não às alterações como engrossamento da pele, saída de secreções nos mamilos e nodulações”.

Mamilos invertidos e a amamentação

A amamentação nem sempre é prejudicada pelo mamilo invertido. Heliégina comentou que são três classificações para o problema. No grau um e dois, mesmo retraído, é possível ver o mamilo após a estimulação. No grau três ele nunca aparece, assim “a amamentação no mamilo invertido grau 3 é a mais prejudicada, sendo necessária avaliação médica especializada”, finalizou. Ela também falou sobre a forma como o bebê mama, citando que “deve abocanhar a aréola inteira e não somente o bico, dessa forma o fato do bico estar retraído não impedirá a sucção”.

Como corrigir os mamilos invertidos

iStock

Como existem os três graus de retração, a correção dos mamilos invertidos pode ser feita com exercícios simples e, nos casos mais graves, pode ser necessária a cirurgia. Heliégina citou como exemplos:

  • Exercício de Hoffman: a técnica mais comum, segundo a mastologista. “Consiste em colocar o polegar e o dedo indicador em lados opostos da base do mamilo, apertar e puxar delicadamente para fora”, explicou. O movimento pode ser repetido várias vezes ao dia.
  • Uso de dispositivos de sucção: a mastologista indicou o uso de dispositivos de sucção associados ao exercício de Hoffman. As conchas de silicone são um exemplo e vão ajudar o mamilo a sair.
  • Rodar o mamilo: exercício simples, no qual a mulher segura o mamilo com as pontas do dedo e gira suavemente, como se fosse girar um botão.
  • Cirurgia estética: “nos casos mais severos de inversão mamilar, o tratamento é a correção cirúrgica, em que o médico visa manter o funcionamento do ducto mamário preservando a capacidade de amamentação” finalizou a mastologista.

Os mamilos invertidos nem sempre são motivo de preocupação. Ainda assim, além de seguir os exercícios recomendados, marque uma consulta com um mastologista caso se sinta incomodada com a retração. Agora, aproveite para conferir a matéria sobre mastite na amamentação.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Assuntos: Corpo