Lipoaspiração a laser

O método é menos invasivo que o tradicional e proporciona recuperação rápida

Escrito por Deborah Busko

A lipoaspiração está entre as cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil. Porém, uma novidade nessa área, já disponível no país, promete fazer sucesso e também entrar na disputa do ranking ao lado da cirurgia de prótese de silicone. Trata-se da lipoaspiração a laser, bem menos traumática e tão eficaz quanto a lipoaspiração tradicional.

Ao contrário do método convencional, em que o cirurgião usa uma cânula (espécie de agulha grossa que é introduzida sob a pele) para destruir e aspirar a gordura com certa agressividade, na lipoaspiração a laser o equipamento é regulado para eliminar somente as células de gordura e não danificar vasos e tecidos vizinhos.

As ondas do laser explodem as células de gordura, estas liberam seu conteúdo oleoso que é aspirado pela cânula ligada a um equipamento de sucção.

A perda de fluidos como sangue e sais minerais é bem menor se comparada a lipoaspiração tradicional, o que diminui os riscos para o paciente. Outra vantagem da lipoaspiração feita com laser é a recuperação mais rápida. A maioria sente pouca dor, tem menos inflamação e menos inchaço e já pode retomar sua rotina, inclusive voltar ao trabalho em poucos dias.

Quem pode fazer a lipoaspiração a laser?

Apresentar gordura localizada não é o único requisito para candidatar ao procedimento. A avaliação médica é indispensável para verificar se a cirurgia é realmente necessária.

Vale lembrar que a lipoaspiração não é uma técnica de emagrecimento, serve apenas para extrair a gordura localizada que não se consegue eliminar com regime e atividade física de partes específicas do corpo como abdome, culote, flancos, pescoço e dorso.

Portanto, o ideal para quem está acima do peso é eliminar os quilos extras com atividades físicas e dieta antes de encarar uma lipoaspiração. Além disso, por se tratar de uma cirurgia, só podem fazê-la pessoas com bom estado de saúde, já que todo procedimento cirúrgico apresenta riscos.

Dicas pela Web
Comentários