6 benefícios que o tratamento com jato de plasma pode entregar

Escrito por
Atualizado em 18.10.21

iStock

Por
Atualizado em 18.10.21

O jato de plasma é um procedimento preciso, indicado no tratamento de pequenas lesões. Para conhecer os cuidados exigidos na aplicação e após a realização da técnica, confira tudo o que foi explicado pelo Dr. Rafael Soares (CRM: 128.012), dermatologista e nutrólogo, sobre esse tema:

Publicidade

O que é o jato de plasma?

Rafael comentou que é importante entender que o plasma é um estado da matéria. Ele citou como exemplos a chama de uma vela e o sol. “Do nosso cotidiano, o raio é o que mais se assemelha ao jato de plasma: uma condição específica, criada na natureza, a qual libera uma energia concentrada com uma força específica”. Ou seja, o jato de plasma é um procedimento que libera uma energia em uma região específica.

Para que serve o jato de plasma e quando é recomendado

O doutor Rafael explicou que “o uso mais comum é fazer o chamado blefaroplasma, que é a retirada do excesso da pele da pálpebra superior, no lugar de uma cirurgia.” Ele também comentou que a técnica não é indicada no tratamento do melasma, pois “o calor gerado pelo plasma pode piorar o melasma”.

Como funciona o tratamento com o jato de plasma

Rafael esclareceu que se trata de um procedimento simples e rápido que leva, em média, 10 a 15 minutos. “É um procedimento que tem um pouco de dor, então existe um tempo de anestésico”, citou. No caso da pálpebra, é preciso usar um anestésico em creme, com mais tempo de preparo antes da aplicação do jato de plasma. “O procedimento em si é simplesmente o disparo deste jato de plasma, desenhando algo ou eliminando alguma lesão”.

6 benefícios do tratamento com jato de plasma

iStock

O dermatologista comentou sobre seis benefícios obtidos com o uso do jato de plasma. São eles:

  • Correção da pálpebra superior sem cirurgia: “em vez da pessoa fazer anestesia, cortar, dar pontos e tudo mais, ela faz o tratamento com o jato de plasma e esse tratamento vai fazer pequenas lesõezinhas só na superfície da pele, que vão induzir uma contração grande do tecido da pálpebra superior”, explicou Rafael.
  • Estímulo do colágeno: o dermatologista comentou que, na região tratada, há “um estímulo de produção de colágeno.”
  • Rejuvenescimento da pele: como o jato de plasma causa uma contração da pele na região em que é aplicado, “não vai ter somente aquele ganho estético da contração do tecido, mas também o rejuvenescimento verdadeiro daquela região”, citou Rafael.
  • Elimina lesões sem cortes: segundo o dermatologista, “dá um aspecto como se tivesse uma bolinha queimada, um buraquinho queimado na pele, mas, na verdade, é só a superfície da pele que fica com aquela marquinha”.
  • Retirada de lesões benignas da pele: “algumas bolinhas, alguns carocinhos, algumas coisas que crescem para fora da pele, a gente pode eliminá-las através do jato de plasma”, explicou o dermatologista.
  • Trata estrias e flacidez: de acordo com Rafael, “pode tratar estrias com jatos de plasma, com resultados bem bacanas. Pode tratar a flacidez do umbigo, aquele ‘umbigo triste’, por exemplo, pode ter o tecido contraído e levantar o umbigo.”

Apesar de contar com bastante benefícios, também é preciso ter alguns cuidados ao fazer o tratamento com jato de plasma. Continue acompanhando a matéria para saber mais sobre isso.

Contraindicações e cuidados que a técnica exige

Segundo o doutor Rafael, as contraindicações do jato de plasma são: “doenças infecciosas, alergias e lesões suspeitas de malignidade no local do tratamento, além de pessoas que têm algumas condições cardiológicas específicas, que não devem fazer o procedimento”.

Cuidados pós-tratamento com o jato de plasma

iStock

Publicidade

  • Não remover as casquinhas;
  • Usar as pomadas recomendadas pelo médico;
  • Fazer acompanhamento com o médico;
  • Hidratar bem a região;
  • Usar protetor solar e não se expor ao sol por 15 dias.

Por fim, Rafael recomenda fazer o tratamento e o acompanhamento com um(a) profissional de confiança. Além disso, existe a questão da dor durante a aplicação do jato de plasma, mesmo com o uso da anestesia. Agora, aproveite para também saber mais sobre estrias, um dos problemas que a técnica trata.