Hipotireoidismo e hipertireoidismo

Um guia completo para tirar suas dúvidas sobre os distúrbios da tireóide, principais sintomas e tratamentos

Escrito por Deborah Busko

A tireoide é uma glândula que fica localizada na parte anterior do pescoço e é essencial para o organismo. Ela produz dois hormônios muito importantes: o T3 e o T4. Os hormônios da tireoide regulam o metabolismo e interferem diretamente no funcionamento de diversos órgãos e em processos como crescimento, ciclo menstrual, raciocínio, memória, batimentos cardíacos, eliminação de líquidos, fertilidade, funcionamento do intestino, força muscular, sono e controle do peso.

Apesar de pequena, quando a tireoide produz hormônios em excesso (hipertireoidismo) ou em quantidade insuficiente (hipotireoidismo), começam os problemas. Isso porque o hipertireoidismo acelera as funções do corpo, enquanto o hipotireoidismo deixa tudo lento.

Sem o tratamento adequado, os distúrbios da tireoide podem levar a sérias complicações e causar danos graves à saúde. Portanto, é preciso ficar atenta aos sintomas de tireoide.

Hipotireoidismo

O hipotireoidismo corre quando a glândula tireoide não consegue produzir hormônios em quantidades suficientes.

Trata-se de uma doença auto-imune causada pela falta ou excesso de iodo na dieta e que provoca a redução gradativa da glândula. Cansaço, depressão, alterações no ciclo menstrual, aumento de peso, pele seca, prisão de ventre e fraqueza são alguns dos sintomas do hipotireoidismo.

Hipertireoidismo

O hipertireoidismo é hereditário e se caracteriza pela presença de um anticorpo no sangue que acelera a tireoide e estimula a produção de hormônios em excesso. Entre os sintomas do hipertireoidismo estão insônia, taquicardia, perda de peso, irritabilidade e falta de concentração.

Diagnóstico e Tratamento

As disfunções da tireoide podem ser diagnosticadas com um simples exame de sangue específico que avalia a dosagem de outro hormônio diretamente relacionado aos que são produzidos pela tireoide, o chamado TSH.

O tratamento para tireoide depende da avaliação do médico a respeito de cada caso. Para o hipotireoidismo, o mais comum é a reposição hormonal com uma substância sintética, que atua no organismo exatamente como o hormônio natural que a tireoide deixou de produzir. Na maioria dos casos a doença não regride e é preciso seguir com os medicamentos por toda a vida. Para quem sofre de hipertireoidismo, o tratamento pode incluir medicamentos, iodo radioativo e cirurgia.

O ideal é que as doenças da tireoide sejam detectadas o mais cedo possível para facilitar o controle e garantir qualidade de vida a quem sofre com estes distúrbios.

Para você