Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Herpes: como prevenir e tratar

Conheça melhor a doença cujo vírus pode atacar por vários motivos: do trauma psíquico aos distúrbios menstruais

em 15/09/2014

Foto: Thinkstock

O herpes é uma doença benigna causada por um vírus. Geralmente, o vírus do herpes tipo 1 afeta a mucosa da boca e o entorno dos lábios e o contágio se faz quase sempre por contato direto, mas pode ocorrer também pelo compartilhamento de objetos como copos, xícaras, talheres e batons, já que normalmente o vírus se encontra na saliva de pessoas que às vezes não apresentam nenhum sintoma.

Quando as lesões resultantes da doença aparecem nos órgãos genitais, o contágio quase sempre será resultado de contato sexual. Nesse caso, o herpes tipo 2 é considerada uma Doença Sexualmente Transmissível (DST).

Há ainda um tipo mais grave da doença, o herpes zoster, causado pelo mesmo vírus da catapora, ou varicela. As lesões são similares àquelas do herpes tipo 1, mas atingem uma área mais extensa, podendo atingir também os órgãos internos.

Em qualquer um dos casos, a primeira infecção produz o herpes primário. A partir da segunda vez que a doença se manifesta, a forma é sempre recorrente. Não se trata, pois, de reinfecção, mas de ativação do vírus que permanecia latente no organismo. A ativação do vírus pode ser desencadeada por variados fatores como a exposição prolongada a raios solares, febres ou ainda qualquer distúrbio físico ou psíquico.

Prevenção

Para prevenir o herpes simples tipo 1, evite o contato direto com a pessoa infectada e não compartilhe objetos como copos,xícaras, talheres e batons. No caso das pessoas que já tem esse tipo de herpes, é importante manter a boca sempre hidratada e evitar o sol, mesmo que não haja nenhuma ferida aparente, para prevenir o aparecimento de lesões.

Já a herpes simples tipo 2, por ser considerada um DST, pode ser evitada com o uso do preservativo em todas as relações sexuais e o herpes zoster pode ser prevenido por meio de vacina. Em todos os casos, a dica é manter a boa saúde do sistema imunológico, por meio da prática regular de exercícios físicos, alimentação saudável e combate ao estresse.

Tratamento

Em geral, o tratamento se limita à prevenção de complicações secundárias e ao alívio dos sintomas, já que nenhum tipo de herpes tem cura. Pomadas diversas e medicação oral poderão atenuar o prurido e a sensação de queimadura. Além disso, o aminoácido lisina – utilizado na fabricação de proteínas e vital para o crescimento e manutenção dos músculos e órgãos – previne e trata os sintomas do herpes, evitando também a reincidência.

Comentários
Dicas relacionadas