Dermatologista aponta as 9 piores coisas que você pode fazer com seu cabelo

Alguns hábitos comuns podem ser prejudiciais aos fios ou ao couro cabeludo, causando diversos danos

Escrito por Mariana Bueno

Foto: iStock

Para ter um cabelo bonito e saudável é preciso ter alguns cuidados no dia a dia, seja investindo em bons produtos ou mesmo adotando determinados hábitos na hora de lavar e pentear.

Mas, muitas vezes, esses hábitos que parecem comuns podem acabar sendo prejudiciais aos fios ou ao couro cabeludo, causando diversos danos.

O dermatologista Lucas Fustinoni aponta alguns dos principais erros que as pessoas cometem na hora de cuidar dos cabelos e explica porque isso acontece.

1. Amarrar o cabelo muito forte e por muito tempo

Foto: iStock

É mais prático deixar o cabelo preso. Mas, a fricção do prendedor durante o dia pode danificar os fios. Além disso, quando a tração é muito forte, esticando muito, pode levar à perda de fios na região frontal. Evite principalmente os prendedores de nylon.

2. Usar escovas sujas e cheias de cabelo

Foto: iStock

Lavar a escova toda semana ou, pelo menos, a cada duas semanas é essencial. Essa prática ajuda a remover todos os resíduos, já que, cada vez que alguém penteia os cabelos, leva para a escova materiais que ficam grudados nela e podem causar irritações do couro cabeludo.

Leia também: 6 maus hábitos que fazem o seu cabelo ficar mais fraco e fino

3. Ingerir pouca proteína

Foto: iStock

A alimentação também é importante. Os cabelos e as unhas são feitos de queratina, componente produzido por proteínas. Com uma alimentação pobre em proteínas fica mais difícil ter cabelos e unhas fortes.

4. Usar fronhas de algodão

Foto: iStock

O algodão é um tecido que gera uma fricção muito grande com o couro cabeludo, o que, ao longo dos anos, vai gerando danos, podendo levar a pontas duplas. Prefira fronhas de seda ou linho, que são tecidos mais lisos.

5. Tomar banho muito quente

Foto: iStock

Água muito quente no couro cabeludo abre a cutícula, deixa o cabelo quebradiço, menos brilhante e estimula ainda mais a produção de sebo, piorando problemas como caspa, inflamações capilares, psoríase e até mesmo calvície.

6. Não trocar os produtos

Foto: iStock

Se fizer alguma mudança no cabelo – químicas, alisamento, tintura – é necessário mudar o shampoo e o condicionador, escolhendo um que seja adequado. A cada mudança um produto novo que deve ser usado ao lavar.

7. Excessos de tratamento

Foto: iStock

Realizar tratamentos capilares em excesso também pode deixar o cabelo sem brilho e quebradiço. Na hidratação, por exemplo, os aminoácidos se aderem de maneira temporária ao redor do fio, mas, se ocorrer um acúmulo de aminoácidos na haste capilar, estas se quebram.

Leia também: Como lavar os cabelos da maneira correta passo a passo

8. Esfregar muito forte

Foto: iStock

Com o cabelo molhado, quebram-se as pontes de hidrogênio e todos os fios costumam ficar mais lisinho. Mas fica, também, mais vulnerável a danos na haste capilar. Então é preciso ter cuidado na hora de esfregar durante o banho ou enquanto não estiver seco.

9. Entrar na piscina com cabelo seco

Foto: iStock

Ao entrar em uma piscina, o fio absorve a água cheia de cloro e impurezas. A dica é sempre molhar antes ou usar produtos específicos, evitando que o cloro entre de maneira tão contundente no cabelo.

Assuntos: Cabelos

Dicas pela Web