Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Ginástica sensual: aumente sua autoestima

Conheça a ginástica que promete trabalhar o corpo e aumentar a autoestima da mulher

em 02/04/2013

Se você acha que as aulas de ginástica tradicionais são monótonas demais, saiba que uma novidade que está invadindo as academias tem tudo para manter as alunas presas à aula. Especialmente voltada para as mulheres, a ginástica sensual alia atividade física com sensualidade, aumentando a autoestima e fazendo com que as alunas compreendam melhor o próprio corpo.

Essa nova modalidade de ginástica potencializa várias atividades, mistura vários exercícios com movimentos que exploram a feminilidade e de quebra, a mulherada ainda queima calorias.

Como é feita a ginástica sensual?

Os exercícios da ginástica sensual vão desde aqueles que melhoram o condicionamento físico, trabalham a consciência corporal, a flexibilidade e o alongamento, até exercícios físicos insinuantes, como performances no poste ou na cadeira (pole ou chair dance), no chão e na parede. Tudo feito com movimentos sensuais e ritmados.

Há ainda aulas de pompoarismo, uma técnica milenar que consiste em contrair e relaxar a musculatura vaginal, previne doenças como incontinência urinária e pode ser aproveitada na hora H. Para as casadas, a ginástica sensual pode ser ótima para dar uma apimentada na relação e quebrar a rotina. Já para as solteiras, pode servir como ferramenta para se tornarem mais atraentes.

Além de melhorar a forma do corpo, a ginástica sensual ajuda a mulher a descobrir seu poder de sedução através da maneira de movimentar o corpo, mexer as mãos e braços, da postura e de detalhes como o sorriso.

Nas primeiras aulas de ginástica sensual pode ser difícil conciliar resistência física com sensualidade, mas em pouco tempo é possível pegar o jeitinho. Além disso, o aquecimento antes dos exercícios é indispensável, já que trata-se de uma atividade que faz tanto esforço quanto a ginástica normal com o diferencial é que tudo é feito mantendo a sensualidade do corpo feminino.

Comentários
Dicas relacionadas