Ginástica facial: faça caretas para espantar as rugas

Dedique quinze minutos do seu dia para deixar seu rosto com uma nova aparência e garantir firmeza ao longo dos anos

Escrito por

Foto: Thinkstock

Publicidade

Se você é do tipo que se cuida e se preocupa com a aparência, provavelmente pratica exercícios regulares para o corpo e tem uma alimentação balanceada, certo? Mas você já parou para pensar que quando vai à academia o seu rosto não faz parte das partes do corpo que você costuma exercitar?

Esse é um erro cometido pelas mulheres. Dedicam-se para manter a boa aparência do corpo, mas acabam por esquecer-se da importância de exercitar, também a região facial. A especialista em ginástica facial, Bartira Bravo, afirma que “foi-se o tempo em que só existia ginástica para o corpo. Você era obrigado a carregar um rosto flácido sobre um corpo modelado. Hoje você pode ter uma boa aparência por inteiro”.

A correria e o estresse do dia a dia marcam a aparência da mulher. Ao longo dos anos, as rugas aumentam, o rosto fica “caído” e a flacidez aparece. Por esse motivo, muitas mulheres, têm procurado técnicas para melhorar a aparência facial e, apesar da alta tecnologia existente atualmente, a técnica natural da ginástica facial continua sendo uma das mais eficientes para a prevenção de rugas e linhas de expressão.

O que é a ginástica facial?

A ginástica facial consiste em exercícios musculares regulares e específicos para a região do rosto cujo objetivo é rejuvenescer e proporcionar o levantamento das linhas dos olhos, sobrancelhas, lábios, contorno do rosto e pescoço. Além disso, devolver o tônus muscular é um dos objetivos da ginástica.

“O rosto é a nossa identidade física. Ter boa aparência não requer beleza e não é privilégio dos jovens. Precisamos de um rosto harmônico, descontraído e com os músculos firmes. Tudo isto nós conseguimos através da ginástica facial”, afirma Bartira.

Conheça os benefícios da prática

A técnica tem alcançado excelentes resultados para a pele com melhora significativa da aparência. Os resultados começam a aparecer no primeiro mês. Ao longo de três meses de tratamento os resultados são muito satisfatórios.

Para Bartira Bravo, a prática rejuvenesce e melhora a aparência do rosto, pescoço e colo porque tonifica a musculatura. “É uma boa técnica para combater, com vigor, as marcas do tempo, deixando os praticantes mais saudáveis, bonitos, jovens e com a expressão mais suave”, acrescenta a especialista.

Para quem ela é indicada?

A ginástica não é indicada apenas para recuperação da pele. A técnica também pode ser utilizada para prevenção em mulheres acima de vinte anos. Além disso, o uso é recomendado para caso de usuárias em dietas, cirurgia plástica, atletas e portadores de paralisia facial.

Como fazer ginástica facial

Então, mãos à obra! Abaixo, algumas dicas da especialista em ginástica facial, Bartira Bravo e da fisioterapeuta Thais Schmidt, de exercícios faciais que vão dar uma levantada na sua aparência. Utilize um espelho para garantir que está fazendo os movimentos de forma correta.

Publicidade

1. Lábio, boca, e bigode chinês

Foto: Reprodução / Bartira Bravo

  • Pressione a língua no céu da boca até sentir a região do queixo rígida. Com os dedos indicador e anular dobrados, empurre a pele ao lado da boca para as laterais. Repita o processo do lado direito e esquerdo da face com 20 repetições em cada lado.
  • Dê um largo sorriso forçando bem a contração para os lados e segure contanto até 10. Volte devagar contando até 6 e repita o movimento por 5 vezes.
  • Faça um sorriso largo com a boca semi-aberta, com os lábios cobrindo os dentes e conte até 10. Volte devagar contando até 6. Repita por cinco vezes.
  • Forme um triângulo com os dedos indicadores e polegares das duas mãos e posicione a base do triângulo no queixo e a ponta no meio das sobrancelhas. Faça o movimento com a intenção de abrir o triângulo, esticando a pele para cima e segure por três segundos. Faça 3 vezes.
  • Com o polegar por dentro da boca e o indicador por fora, faça uma massagem do canto da boca até os lábios. Repita 3 vezes para cada lado.
  • Friccione o lábio superior no inferior (o movimento é como se estivesse espalhando o batom) por cinco segundos. Depois, desgrude lentamente os lábios, fazendo o barulho de um beijo. São necessárias cinco repetições.

2. Queixo e olhos

Foto: Reprodução / Bartira Bravo

  • Posicione os dentes superiores sobre os dentes inferiores, sem forçá-los. Mantenha a ponta da língua no céu da boca. Feche as mãos em punho e posicione-as abaixo do queixo. Com a menor força possível tente abrir a boca. Faça o exercício apenas uma vez contando até 30.
  • Pressione a língua no céu da boca até sentir a região do queixo rígida. Com os dedos indicador e anular dobrados empurre a pele dessa área da face para baixo e repita o movimento por 20 vezes de cada lado.
  • Posicione os dentes superiores sobre os dentes inferiores, sem forçá-los. Posicione uma das mãos na parte superior do queixo de modo que ele fique encaixado no vão entre os dedos polegar e indicador. A outra mão auxilia a primeira, depositando-se sobre ela. Com a menor força possível tente abrir a boca, empurrando as mãos sobre o queixo para baixo. A mandíbula não mexe. O exercício deve ser feito uma vez contando até 30.
  • Pressione a língua no céu da boca até sentir a região do queixo rígida. Com os dedos indicador e anular dobrados, empurre a pele ao lado da área dos olhos para o lado. Repita o processo com 20 repetições tanto para o lado direito e esquerdo.
  • Vire os olhos para os cantos superiores de forma alternada e repita o movimento por 10 vezes para cada lado.

3. Testa

Foto? Reprodução / Batira Bravo

  • Esprema bem os olhos e segure contanto até 10. Volte devagar contando até 6. Repita o exercício 5 vezes.
  • Arregale as sobrancelhas, abrindo bem os olhos com a intenção de aparecer a parte branca do olho acima da íris. Em seguida, feche os olhos e aperte-os como se estivesse com dificuldades de enxergar. Repita 20 vezes.
  • Pressione o dedo entre as sobrancelhas fazendo um movimento circular no sentido horário sem tirar o dedo do lugar. Dê 10 voltas.
  • Com o polegar e indicador, dê pequenos beliscões nas rugas da testa no sentindo horizontal. Faça 10 repetições.
  • Coloque o dedo na base do nariz e, com concentração, tente alargar as narinas. Para isso, você deve sentir o nariz levemente franzido e a parte de cima da boca levantada. Repita o movimento por 10 vezes.
  • Pressione a língua no céu da boca até sentir a região do queixo rígida. Com os dedos indicador e anular dobrados, empurre a pele da testa para as laterais. Repita o movimento 20 vezes para cada lado.

No vídeo a seguir, a especialista dá uma entrevista explicando detalhadamente como funciona a ginástica facial, fala sobre seus benefícios e apresenta demonstrações dos movimentos. Confira:

Se você deseja manter a firmeza da pele de rosto, invista na ginástica facial e não se esqueça de beber bastante água, hidratar a pele e passar protetor solar todos os dias.

Assuntos: Pele, Rugas