Dicas de Mulher Dicas de Moda

Furoshiki: a arte de embrulhar com tecido

Aprenda como transformar um lenço em vários tipos de embrulhos e bolsas

em 26/09/2014

Foto: Thinkstock

O furoshiki é uma antiga arte japonesa em tecidos para guardar objetos que está sendo difundida recentemente também em países ocidentais e tem feito grande sucesso, por sua praticidade e beleza.

O aumento da preocupação com o meio ambiente e da aceitação do uso das práticas sacolas ecológicas, são alguns dos motivos que fizeram com que artesãs e admiradoras da filosofia “faça você mesma” trouxessem à tona antiga técnica japonesa ao buscar maneiras de fazer sacolas de pano criativas e personalizadas.

Por ser possível reaproveitar lenços e panos que antes tinham outras finalidades, o furoshiki é um aliado do conceito de sustentabilidade.

Como as técnicas para a criação do furoshiki têm um resultado final de extremo bom gosto, este virou acessório de moda e passou a ter uso em diversas ocasiões.

Um dos benefícios de saber fazer o furoshiki, e que atrai muitas adeptas, é o fato de ser possível, em poucos minutos, transformar lenços, cangas e echarpes que tenham as suas estampas preferidas em bolsas perfeitas para acompanhar o visual e embrulhos para presentes com um toque de carinho especial, por exemplo.

O furoshiki vem sendo usado como um parceiro da moda praia, pois permite que as cangas se transformem em bolsas, mas dependendo do tecido e estampa utilizados, as bolsas criadas com esta técnica podem acompanhar também visuais mais formais.

Quem ainda está na dúvida se deve buscar aprender ou não a arte do furoshiki deve saber que a dificuldade de aprendizado é quase nenhuma, já que não é necessário saber costurar, e que o processo pode ser desfeito sem danificar o tecido.

O material necessário para fazer o furoshiki também é bem simples: qualquer tecido quadrado. Recomenda-se apenas que a escolha do tipo de material do tecido esteja de acordo com o peso a ser carregado. Os tipos de tecido considerados pelos especialistas como os mais versáteis são a viscose e a seda, por terem um melhor caimento.

Na confecção do furoshiki, o tecido será dobrado e amarrado com “nós mágicos” que permitirão formar diversos modelos de bolsas e embrulhos. Segundo Sofia Nanka Kamatani, designer especialista em embalagem tradicional japonesa, aprender a fazer o “nó mágico” do furoshiki é o passo fundamental: “Ele é de suma importância porque é um nó resistente, mas que conseguimos desatar com facilidade”.

Passo-a-passo para fazer o “nó mágico” do furoshiki

  • Segure duas pontas extremas de um tecido;
  • Coloque a ponta esquerda por cima da direita;
  • Passe a ponta direita por debaixo da esquerda envolvendo-a;
  • Agora coloque a ponta direita por cima da esquerda;
  • E passe a ponta esquerda por debaixo da direita envolvendo-a.

Uma dica da designer Sofia Nanka Kamatani é nomear uma das pontas do tecido de razão e a outra de emoção e seguir a poesia duas vezes: “Coração sobrepõe a razão, a razão envolve o coração”.

Agora que você como fazer o nó mágico do furoshiki, aproveite e desfrute três vídeos da pesquisadora japonesa Etsuko Yamada, uma das maiores especialistas do tema, ensinando alguns dos modelos possíveis:

Como fazer uma bolsa de furoshiki

Como fazer uma sacola de furoshiki

Como fazer um embrulho para garrafa de furoshiki

Comentários
Dicas relacionadas