Fitoterápico para emagrecer: a natureza a nosso favor

O Chá Verde é um exemplo de fitoterápico que tem ajudado muitas pessoas a alcançarem seus objetivos

Escrito por Tais Romanelli

Foto: Thinkstock

Com o desejo de conseguir melhores resultados em menos tempo de dieta, muitas mulheres buscam a ajuda de algum produto que possa auxiliar no processo de emagrecimento.

Não é segredo para ninguém que os remédios, que prometem perda de peso de forma rápida e sem esforço, são proibidos e representam perigo à saúde. Por isso, muitas pessoas têm encontrado nos fitoterápicos uma boa maneira de dar uma “forcinha extra” ao processo de emagrecimento.

Mas será que eles são mesmo eficazes? Como utilizar os fitoterápicos a nosso favor? O primeiro passo é entender seu significado.

O que são produtos fitoterápicos?

A nutricionista Sabrina Lopes explica que fitoterápicos são os produtos obtidos empregando-se, como principio ativo, exclusivamente matérias primas vegetais.

“A fitoterapia é uma terapia que utiliza plantas junto com uma alimentação saudável com o objetivo de proporcionar saúde, bem-estar e qualidade de vida”, diz.

Fitoterápicos emagrecedores

A nutricionista Sabrina afirma que algumas ervas podem, sim, auxiliar nas dietas de emagrecimento, pois têm efeito comprovado no auxílio em tratamento de perda de peso e obesidade. “Porém vale a pena reforçar que elas auxiliam e não fazem ‘milagres’. O uso de fitoterápicos não dispensa uma alimentação balanceada e atividade física. Ele isolado não produzirá grandes efeitos”, diz.

Quem nunca ouviu falar dos benefícios do Chá Verde?! Este é um exemplo de fitoterápico que tem ajudado muitas pessoas a alcançarem seus objetivos.

“Existem diversos fitoterápicos que podem auxiliar no emagrecimento, como os conhecidos Chá verde e Chá branco (provenientes da Camellia sinensis), Ágar-ágar (Gelidium cartilagineum), Citrus Aurantium, Faseolamina (Phaseolus vulgaris), Gengibre, Cravo, Canela e outros”, diz Sabrina.

De acordo com a nutricionista, os fitoterápicos podem ser utilizados na forma farmacêutica e também forma dietética, como em sucos, temperos, chás e azeites aromatizados.

“Os fitoterápicos na forma dietética são encontrados em casas de produtos naturais e mercados. Já as formas farmacêuticas devem ser prescritas por um nutricionista e, em alguns casos, por médicos”, diz Sabrina Lopes.

“O Chá Verde, o Branco e até o Vermelho foram muito importantes para o meu processo de emagrecimento. Já estava fazendo acompanhamento com nutricionista e atividade física regularmente e tinha emagrecido cerca de 10 quilos, mas foram os chás – que eu tomava alternadamente por determinado período – que me ajudaram a perder os outros quilinhos que estavam faltando”, conta Patrícia Munhoz, 26 anos.

Veja alguns exemplos de fitoterápicos que são usados no auxílio do processo de emagrecimento:

Chá Verde por R$12,90 na <a href="http://taodaservas.com.br/Chas/Chas-em-Saches/cha-verde-20-saches.phtml" target="blank_">Tao das Ervas</a>

Chá de hibisco por R$17,90 na <a href="http://www.homemdaterra.com.br/cha-de-hibisco-soluvel-tiaraju-150gr-p66164/" target="blank_">Homem da Terra</a>

Chá branco por R$24,90 na <a href="http://www.homemdaterra.com.br/cha-branco-soluvel-200g-vitalab-pessego-p65997/" target="blank_">Homem da Terra</a>

Folia com pholia magra, vitamina C, acerola e chá verde por R$33,50 na <a href="https://www.cipobrasil.com/Folia/prod-1155269/" target="blank_">Cipó Brasil</a>

Quitosana Bioslim por R$25,80 na <a href="http://www.natue.com.br/bioslim-quitosana-350mg-60-capsulas-herbarium-2731.html" target="blank_">Natue</a>

Farinha de Feijão Branco (faseolamina) por R$16,90 na <a href="http://www.natue.com.br/farinha-de-feijao-branco-100g-tiaraju-4631.html#tabs-1421041151" target="blank_">Natue</a>

Agar-Agar 60 Cáps. de 410 mg Nutryervas por R$30,87 na <a href="http://www.fitoterapica.com.br/loja/produtos.asp?produto=269" target="blank_">Fitoterapica</a>

A qual fitoterápico recorrer?

“Como eles podem agir em diversas partes do nosso organismo, tendo diversas funções, o ideal é procurar um nutricionista que irá prescrever o fitoterápico certo para o seu objetivo”, destaca Sabrina Lopes.

Existem contraindicações? A nutricionista Sabrina reforça que a utilização de fitoterápicos deve ser orientada e prescrita por um profissional qualificado. “Inclusive porque as ervas devem ser trocadas após um período, devido ao fato de não ser recomendado o uso prolongado da mesma erva e também de as quantidades serem diferentes para cada indivíduo”, diz.

“Um fator que deve ser destacado é que seu consumo não deve ser feito em algumas patologias crônicas como a hipertensão. E alguns fitoterápicos também não podem ser usados por gestantes”, acrescenta a nutricionista.

Orientações da Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informa que, como qualquer medicamento, o mau uso de fitoterápicos pode ocasionar problemas à saúde, como por exemplo: alterações na pressão arterial, problemas no sistema nervoso central, fígado e rins, que podem levar a internações hospitalares e até mesmo à morte, dependendo da forma de uso.

Neste sentido, reforça a necessidade de procurar sempre a orientação de profissionais de saúde e também de informar ao seu médico qualquer reação desagradável que venha a ocorrer enquanto estiver usando o fitoterápico.

Pedindo orientação ao seu médico ou nutricionista e usando-os de forma correta, os fitoterápicos podem ser importantes aliados nas dietas de emagrecimento. Vale a pena se informar sobre aquele que é o melhor para o seu caso!

Para você