Festas de final de ano com a família dele e sem crise

Passar as comemorações longe da sua família pode não ser tão agradável, mas quando se convive em casal, é necessário ceder - veja como aproveitar mesmo nessas condições

Escrito por Daniela Azevedo

Foto: Thinkstock

Fim de ano é época de reunir toda a família em volta da mesa para celebrar o amor e a união, mas quando o casal não quer se separar na noite de natal e nem abrir mão da tradição de ficar com a própria família, surge um dilema que deverá ser resolvido pelos dois: com qual família passar essa noite tão importante e significativa?

No estágio do namoro, essa questão costuma ser resolvida de um jeito prático, com a tradicional troca de presentes entre o casal, sempre antes da meia noite, porque depois, cada um segue para sua casa. Já depois do casamento, essa separação perde um pouco o sentido. E tudo piora quando surgem os filhos que também querem escolher um destino diferente. E se para a infelicidade de todos, houver uma separação, a disputa passa a ser pela presença dos filhos em cada uma das ceias.

É possível notar que esta é uma questão que faz parte da vida de muitos casais e que deve render várias discussões durante muitos anos, mas sempre que ela vier à tona, é hora de colocar em prática a arte e a sabedoria que permite com que os casais e seus filhos convivam em harmonia. Essa arte, nada mais é do que saber entender os desejos uns dos outros e ceder sempre que for possível.

Para contornar essa questão e evitar que o que era para ser uma festa de confraternização se transforme em uma grande confusão, existem várias maneiras. Alguns casais se dividem e fazem a ceia da noite de natal com uma família e no dia seguinte, almoçam com a outra, alternando essa ordem a cada ano. Outra opção é alternar as festas passando o Natal com uma família e o ano novo com a outra.

Se neste ano for a sua vez de ceder, nada de ir para a festa na casa da sogra de cara feia. Por mais que a companhia da família dele não seja tão boa quanto a da sua própria família, ou a comida e a música não sejam das suas preferidas, seja simpática e educada com todos, pois esse será um esforço válido em nome do carinho que você tem pelo seu companheiro.

Entre no clima da festa e procure se divertir, mas sem se exceder, principalmente com as bebidas alcoólicas. Seja solícita, prepare uma sobremesa para levar para a ceia, ajude com a louça, se necessário e não fique a noite inteira sentada no sofá com cara feia, pois isso fará com que toda a família ache você antipática.

Se a convivência com a família dele for boa, tudo tende a ficar mais simples e agradável. E se não for, essa pode ser uma excelente oportunidade de cultivar uma boa relação, afinal, serão muitos anos juntos e quanto mais harmônica for, melhor para todos.

Na hora de escolher o presente da sogra, peça ajuda ao seu companheiro e tente escolher algo que você já sabe que ela gosta. Se não tiver muita certeza do tamanho que ela usa ou das cores que ela gosta, evite dar roupas.

Não tem segredo, conviver em casal é saber ceder a inúmeras diferenças. Sempre foi e sempre será assim, mas com um pouco de boa vontade e muito jogo de cintura, é possível agradar ambas as partes e garantir não só um, mas vários finais de ano divertidos e inesquecíveis. Tenha isso sempre em mente e boas festas.

Assuntos: Namoro, Relacionamentos

Dicas pela Web