Faça do seu cachorro um excelente personal trainer

Saiba como seu animal de estimação pode ser um grande amigo também da sua saúde

Escrito por Andressa Dias

O cachorro pode ser considerado o amigo do homem não só pelo aspecto afetivo do relacionamento entre ser humano e animal, mas também pelo fato de que o seu cãozinho pode ser um grande aliado para sua saúde no combate ao sedentarismo. Seu passeio diário com o cachorro pode ser transformado em uma agradável atividade física.

Esta pode ser a oportunidade de fazer uma atividade muito prazerosa, gratuita e que alia as necessidades do animal e do seu dono. Além dos benefícios mais notáveis desta parceria, o comprometimento com a atividade física se reforçará, pois o cãozinho vai se acostumar a sair todo dia para fazer o exercício, encorajando o dono a manter este hábito saudável.

Porém, antes de iniciar o treino-passeio, é aconselhável procurar um médico e fazer avaliação física e também um check up geral para saber se está pronto para encarar estes exercícios; especialmente no que se refere à saúde do seu coração. O cachorro também deve passar por estas avaliações em um veterinário para que estes passeios sejam vantajosos para os dois.

O primeiro fator a ser levado em consideração na hora de determinar o tipo de treino que você vai fazer junto de seu cachorro personal trainer é o condicionamento físico do animal. Se ele tiver mais resistência física e boa saúde, poderá te acompanhar em um treino mais puxado; porém se o cachorro estiver em más condições de saúde, você precisará respeitar os limites dele.

Outro aspecto importante é o porte do cachorro. Os pequenos não conseguem acompanhar o mesmo passo do homem, por isso servem apenas para pequenas caminhadas. Já quem deseja treinar corridas ou distâncias mais longas precisa da companhia de um cachorro de médio ou grande porte. Cachorros com mais de 20kg podem correr bastante sem o risco de infarto.

A idade do cãozinho também é determinante no que se refere ao tipo de passeio-treino a ser realizado em conjunto. Se o cachorro já for bem velho, não pode se esforçar em longas caminhadas mesmo que seja devagar. Cães de maior porte entram na senilidade em torno dos 8 anos enquanto os menores ainda aguentam este tipo de treinamento até os 10 anos.

Desde que todos esses fatores sejam considerados e as limitações de ambos respeitadas, o próximo passo é procurar um personal para montar o programa de atividades físicas com seu cachorro e colocá-lo em prática. Desta forma você passará um tempo de qualidade com seu animal de estimação, ambos se beneficiarão desta atividade e você estará sempre motivado a praticar esse treino.

Assuntos: Fitness

Para você