Estrias e musculação

Entenda por que elas aparecem e qual a menlhor forma de tratar o problema

Escrito por Deborah Busko

A musculação para mulheres é uma excelente atividade física para quem quer emagrecer e queimar as gordurinhas, além de tonificar a musculatura, combater a flacidez, ajudar o corpo a ganhar formas mais definidas e melhorar a postura.

Outros benefícios da musculação são o aumento da massa magra e o aumento da capacidade do corpo de queimar a gordura corporal. A prática dos exercícios também ajuda a diminuir o colesterol e a melhorar o fluxo sanguíneo e é uma grande aliada no combate à osteoporose, porque faz com que os ossos absorvam melhor o cálcio e se tornem mais resistentes.

Apesar de oferecer tantas vantagens, um dos receios das mulheres em aderir à musculação é acabar ficando com o corpo cheio de estrias.

Musculação causa estrias?

As estrias são um efeito colateral comum para quem está ganhando massa muscular rapidamente com a prática da musculação. Isso ocorre devido ao aumento do tamanho e do volume dos músculos.

Quando a pele é esticada, ela fica fina e as fibras de colágeno e elastina que garantem sua sustentação se rompem. Podemos dizer então que as estrias são um alerta de que a pele se rompeu.

Com músculos mais volumosos, a pele precisa se esticar além da sua capacidade elástica e aí, aparecem os temidos “risquinhos” na pele. Mas vale frisar que isso só acontece com quem faz treinos de musculação específicos com a finalidade de proporcionar o crescimento dos músculos.

Tratamento

Antes de tudo, o melhor mesmo é prevenir as estrias. Mas caso notar o aparecimento delas, os tratamentos estéticos com laser ou cremes que melhoram o aspecto da pele são a melhor opção em tratamentos para estrias.

Assuntos: Estrias, Fitness

Dicas pela Web