Escolha o tipo de depilação que agride menos a sua pele

Esteticista explica quais são os benefícios de algumas técnicas depilatórias

Escrito por Ana Carolina Gabriel

Foto: Thinkstock

Para garantir uma pele lisinha, diversos são os métodos de depilação: com mola, cera quente, lâmina, pinça, entre outros. Embora algumas são mais doloridas que as outras, a busca é por aquela que garanta resultados positivos, e claro, mais duradouros.

Por isso, nada melhor do que escolher aquela que não agrida tanto o seu tipo de pele, mas que ao mesmo tempo garanta resultados mais positivos. A esteticista Camila Jurin explica quais são os benefícios de cada tipo de técnica.

Fotodepilação

Técnica indolor, a fotodepilação reduz os pelos do corpo, por pelo menos, 12 meses. “Dependendo do organismo da pessoa, esse tipo de depilação permite também reduzir os intervalos e os números de sessões”, comenta a esteticista.

O aparelho emite luzes pulsadas que atingem diretamente o pelo. “Essa técnica só pode ser feita em clínicas estéticas e com ajuda de um profissional qualificado. Por isso, recomendo fazer a fotodepilação em clínicas confiáveis”, recomenda Camila.

Cera quente

Indicada para todos os tipos de pele, a depilação com cera quente tem durabilidade de aproximadamente 25 dias. “Embora a pele fique livre dos pelinhos por quase um mês, esse tipo de depilação pode encravar os pelos na região depilada. Por isso, o melhor é hidratar bem a pele e esfoliar, pelo menos, uma vez por mês”, sugere a esteticista.

É preciso também abusar no uso do filtro solar. “Se a pessoa não se cuidar e aplicar o protetor todos os dias, podem aparecer manchinhas escuras na pele quando há a exposição no sol”, comenta.

Lâmina

Entre todas as técnicas de depilação, a lâmina é a mais prática, rápida e que pode ser feita tranquilamente em casa. O único problema é que ela dura, em média, dois dias e pode causar ‘cortinhos’ indesejados. Camila diz que “passar um creme hidratante ou sabonete na área a ser depilada garante com que as lâminas deslizem com mais facilidade”.

Linha

A técnica permite com que os pelos sejam arrancados direto da raiz. “Esse tipo de depilação é indicado para todos os tipos de pele e tem durabilidade de até 20 dias”, diz a esteticista.

Mas para ter resultados positivos, nada melhor do que procurar um profissional que saiba fazer os movimentos certeiros. “Tanto essa técnica quanto a com mola, é preciso que a pessoa procure dicas de um especialista porque para fazer a remoção, é preciso saber os movimentos certos para extração dos pelinhos”, diz Camila.

Depilação com mola

Técnica vinda dos Estados Unidos, a técnica arranca também os pelos pela raiz. “Esse tipo de depilação está chegando ao Brasil agora e está sendo implantando em algumas clínicas de estética. Para fazer, a esteticista usa uma mola e faz movimentos circulares, que literalmente arranca as pelugens do buço e do rosto em geral”, diz a esteticista.

Indicada para a extração dos pelinhos do rosto, a mola não depila as sobrancelhas. “Embora esse tipo de depilação seja indicado para a extração de pelinhos bem suaves, não é possível fazer a sobrancelha, pois ela não faz os movimentos de curvatura necessários”, finaliza Camila.

Assuntos: Depilação, Pele

Dicas pela Web
Comentários