6 dicas indispensáveis para quem quer investir seu dinheiro

Você não precisa ter uma fortuna para investir, mas não pode faltar planejamento

Escrito por Raquel Praconi Pinzon

Foto: iStock

Receber o salário, pagar as contas, ficar sem dinheiro e repetir tudo isso no mês seguinte: se essa é a descrição da sua vida financeira, talvez esteja na hora de repensar a forma como você lida com as suas economias.

Guardar um dinheiro e começar a investir é essencial para quem deseja ter um rendimento a mais no fim de alguns meses ou anos – e poder realizar sonhos como viajar ou comprar um carro. Se você tem esse desejo de se tornar uma investidora, mas não sabe muito bem por onde começar ou não tem certeza se você tem perfil para isso, estas seis dicas podem te ajudar:

1. Livre-se das dívidas antes de começar

Foto: iStock

Não faz muito sentido economizar uma quantia para investir e ter dívidas atrasadas acumulando cada vez mais juros. Por isso, a primeira dica para quem deseja melhorar suas finanças é quitar essas pendências.

Renegocie prazos ou faça um empréstimo com a família com juros menores e procure se livrar de dívidas, principalmente do cartão de crédito.

2. Divida seu orçamento em porcentagens

Foto: iStock

Calcule uma média de quanto você ganha mensalmente e divida essa quantia em porcentagens. Um bom exemplo de como fazer isso seria utilizar 50% para cobrir todas as suas despesas obrigatórias (moradia, alimentação, contas etc.), guardar 15% para a sua aposentadoria (você pode incluir o valor já descontado para a Previdência) e reservar 5% para emergências.

Leia também: 8 canais do YouTube para te ajudar a controlar o que sai do seu bolso

Dessa forma, você ainda teria 30% da sua renda para se divertir e investir, dividindo essa quantia conforme seus interesses. Caso os 50% não sejam suficientes para cobrir suas despesas mensais, é preciso pensar em novas fontes de renda ou em uma redução dos gastos.

3. Escreva seus objetivos

Foto: iStock

Por que você está economizando ou investindo? Talvez você tenha alguma ideia do que deseja fazer com esse dinheiro, seja em curto, médio ou longo prazo. Porém, para que você se mantenha firme nesse propósito, é importante colocar seus objetivos no papel, incluindo datas e valores, como se fosse um contrato com você mesma.

4. Você não precisa ter uma fortuna para investir

Foto: iStock

Um engano comum é achar que é necessário já ter uma grande soma de dinheiro para começar a investir. Mesmo que você só possa dispor de uma pequena quantia por mês, esse valor será mais bem empregado se for investido do que ficando parado na conta-corrente.

O Tesouro Direto, por exemplo, permite que os investidores comecem com um valor mínimo de R$ 30 – apenas fique atenta para as taxas cobradas por alguns bancos, que podem chegar a 2% ao ano e comprometer seus ganhos. Buscar um banco que não cobre pelas transferências e uma correta com taxa 0 sobre os investimentos no Tesouro Direto, pode te ajudar a economizar nesse sentido.

5. Conheça o seu perfil

Foto: iStock

Ao pesquisar possibilidades de investimento, você vai se deparar com opções que rendem bem mais do que as outras, mas é claro que isso não vem de graça. Rendimentos maiores são acompanhados por riscos maiores, e você precisa avaliar seu perfil para decidir qual é a melhor opção para você.

Leia também: 14 negócios fáceis para empreender individualmente

Se você não tem outra reserva e não vai dormir à noite pensando que pode perder dinheiro em um investimento arriscado, é melhor optar por uma modalidade mais conservadora, mesmo que o retorno seja menor em um primeiro momento.

6. Mantenha-se firme ao plano

Foto: iStock

Depois de estabelecer suas metas e descobrir quanto você pode investir por mês, é fundamental que você siga seu plano à risca para atingir seus objetivos maiores. Afinal, de nada adianta gastar toda a sua renda extra antes da hora.

Faça o possível para não cair em tentações do tipo “vou me permitir gastar mais agora e no mês que vem eu compenso”, pois vai ser muito difícil cumprir a promessa e você vai acabar se frustrando e desistindo. Se não for questão de vida ou morte, mantenha-se no caminho que você traçou.

O planejamento, a disciplina e o conhecimento são as peças-chave para você se tornar uma investidora de sucesso.

Se você já é organizada e está disposta a levar o plano a sério, mas ainda não tem muita experiência, comece aos poucos e com um investimento mais baixo.

Leia também: 4 maneiras de ganhar um dinheiro extra

Não tenha medo de pesquisar novas opções, pois com o tempo você vai se familiarizar com este mundo e se sentirá mais preparada para dar os próximos passos.

Dicas pela Web