6 dicas importantes para a mulher que deseja engravidar

É muito importante seguir uma alimentação saudável e tomar ácido fólico

Escrito por Tais Romanelli

Foto: Thinkstock

Nem sempre a mulher consegue engravidar assim que decide, junto ao parceiro, que deseja ter um bebê. E aí é difícil controlar a ansiedade…

Muitos casais começam, inclusive, a pesquisar maneiras de a mulher engravidar mais rápido… É comum que surjam dúvidas como: “será que existem posições mais adequadas para que a gravidez ocorra?”; “será que alguns alimentos realmente fazem a diferença?” etc.

Pensando nisso, você confere abaixo algumas orientações que podem ajudar a mulher que deseja engravidar, bem como dicas de como controlar a ansiedade neste período:

1. Controlar a ansiedade

Alfonso Massaguer, ginecologista e obstetra especialista em Reprodução Humana e Diretor da Clínica Mãe, destaca que a ansiedade é muito presente na população em geral, mas principalmente naquelas mulheres que tentam engravidar. “É claro que ela pode causar problemas pelo aumento do estresse, conflitos familiares e profissionais, mas não será uma causa direta de infertilidade. Nós ajudaremos estas mulheres dizendo para não ficarem ansiosas ou que esta ansiedade é causa desta dificuldade em ter um bebê”, diz.

Thaise Dias Titon, especialista em Psicologia e Yoga, profissional do Personare, explica que a ansiedade é gerada pela agitação mental e as expectativas criadas, as famosas pré-ocupações. “A mente agitada, querendo controlar o incontrolável”, comenta.

Mas, de acordo com a especialista, existem inúmeras maneiras de a mulher que deseja se tornar mãe trabalhar seu equilíbrio, encontrar a paz e a entrega. Abaixo ela cita alguns exemplos:

Foto: Thinkstock

Yoga: essa prática leva a mulher a tomar consciência do seu corpo – mente, podendo até, num nível maior, trabalhar a espiritualidade. “Leva a praticante a respeitar seu biorritmo. Quem pratica yoga, com disciplina e assiduidade, pode encontrar inúmeros benefícios para conscientizar-se se é ou não o momento de ser mãe, e aceitar por que, em certas situações, não o é”, destaca Thaise.

Terapia: outra forma de a mulher se acalmar é a terapia, ter um acompanhamento terapêutico semanal ou quinzenal para se observar e poder elaborar, trocar e expressar suas dores, dúvidas e os medos que geralmente estão por trás da ansiedade. “A psicóloga pode ajudá-la a acolher e transformar esta ansiedade através da compreensão do que está gerando esta reação”, diz Thaise.

Terapia corporal: “no caso específico da terapia corporal, que é a linha que eu sigo, o trabalho de corpo, ‘Grounding’, muito usado na bioenergética, traz a mulher para o momento presente, através de técnicas que cuidam da expansão da respiração, tornando-a mais suave e produtiva. Além de promover mais vitalidade e fortalecimento ao seu corpo. Ou seja, quanto mais em contato com o próprio corpo, quanto mais o corpo estiver flexível e livre de tensões, mais serena estará sua mente e a ansiedade é reduzida”, explica a especialista Thaise.

2. Ter relações no período correto

Foto: Thinkstock

Essa é uma medida fundamental para a mulher que deseja engravidar: ter relações sexuais no período correto de acordo com a tabelinha. “O ideal é ao redor (3 dias antes e depois) da ovulação, que ocorre 14 dias antes da próxima menstruação. Portanto, em um ciclo menstrual de 30 dias, a ovulação ocorrerá por volta do décimo sexto dia (30 – 14 = 16), e as relações sexuais devem ocorrer do décimo terceiro ao décimo nono dia”, explica o ginecologista e obstetra Massaguer.

3. Contar com uma alimentação saudável

Foto: Thinkstock

Muita gente nem imagina, mas uma alimentação saudável é muito importante também para a mulher que deseja engravidar.

“Uma dieta saudável sempre ajuda, deve contar com muitas frutas e legumes. Nas mulheres obesas, a perda de peso pode ajudar muito… Portanto, pouca gordura e alimentos pouco calóricos. Uma boa nutricionista é sempre uma aliada importante nesta fase em que a mulher decide engravidar”, destaca o ginecologista e obstetra Massaguer.

Neste sentido, é fundamental ainda suspender o tabagismo e o consumo de bebidas alcoólicas.

4. Manter a rotina ginecológica em dia

Foto: Thinkstock

É muito importante que a mulher faça frequentemente visitas ao seu ginecologista e o informe, o quanto antes, sobre sua decisão de engravidar. Dessa forma, o profissional a orientará em todos os passos para que ela possa conquistar seu objetivo.

5. Tomar ácido fólico

Foto: Thinkstock

“É importante a mulher tomar ácido fólico três meses antes de tentar engravidar”, destaca o ginecologista e obstetra Massaguer.

Ácido fólico é uma vitamina do complexo B presente em alguns alimentos, como espinafre, brócolis, vegetais de folhas verde-escuras, frutas cítricas etc. É fundamental para a mulher que espera engravidar, pois a deficiência de ácido fólico na alimentação da mãe pode causar uma má-formação do tubo neural do bebê que está começando o seu crescimento e desenvolvimento dentro da barriga.

Como nem sempre só a alimentação oferece a quantidade suficiente de ácido fólico que a mulher precisa, os médicos recomendam uma suplementação para que a dose recomendada seja ingerida pela futura mamãe.

6. “Cuidar” do seu relacionamento

Foto: Thinkstock

Alfonso Massaguer destaca que “zelar pelo relacionamento” também é importante para a mulher que deseja engravidar. “Não se pode deixar que este período especial da vida se torne algo penoso. A relação sexual para ter um filho deve ser um momento especial e a consagração de uma união… O casal deve aproveitar e desfrutar deste momento e não realizá-lo por obrigação. As táticas para isto são várias, mas posso podemos tentar resumi-las como romantismo, bom humor e amor”, finaliza o ginecologista.

Como saber se está preparada para ter um bebê?

Foto: Thinkstock

Thaise Titon destaca que, primeiramente, a mulher precisa estar consciente de que vai aprender muito na prática. “Acredito que o essencial seria preparar o corpo, emoções, mente e espírito para gestar e receber o novo ser. A mulher preparada pra exercer a maternidade, vai sentir o chamado, vai desejar profundamente. Sua intuição naturalmente vai aflorar, o seu corpo naturalmente vai se preparar para receber a alma e gestar”, diz.

Outro ponto importante, de acordo com a profissional, é a mulher estar recebendo apoio emocional do companheiro e dos familiares. “O homem pode exercer um papel fundamental no sentido de oferecer apoio emocional para a mulher, saber que naquele momento ela vai precisar se dedicar integralmente ao filho. Acho que esta conversa entre o casal é fundamental”, acrescenta.

A ideia é que todas essas dicas sirvam para transmitir mais segurança às mulheres que desejam engravidar! Se você é uma delas, lembre-se: talvez você não engravide na primeira tentativa, mas mantendo a calma, contando com o apoio do seu parceiro e dos seus familiares, e seguindo todas as orientações passadas pelo seu médico, você provavelmente realizará logo o sonho de ter um bebê!

Assuntos: Gravidez

Dicas pela Web