Dicas alimentares para menopausa

Aprenda o que consumir para melhorar a qualidade de vida durante a menopausa

Escrito por Deborah Busko

Por volta dos 50 anos, o corpo da mulher começa a se preparar para o fim da fertilidade. Os ovários vão gradativamente deixando de produzir hormônios como o estrogênio e a progesterona até perderem a capacidade de funcionar. Com a chegada da menopausa, é preciso fazer algumas adaptações no cardápio diário.

Manter uma alimentação equilibrada pode fazer toda a diferença e até aliviar os sintomas da menopausa, causadores de grande desconforto. As mulheres também devem ter muito cuidado com o excesso de peso nesta fase.

Entre as principais dicas de como dever ser a alimentação na menopausa está consumir alimentos específicos para suprir a falta de cálcio causada pela redução do hormônio estrógeno.

A dieta na menopausa deve conter mais alimentos ricos em cálcio e menos alimentos que contém sódio. Portanto, a dica é consumir pouquíssimos salgados e abusar dos derivados do leite (principalmente nas versões semidesnatada e desnatada), queijos brancos, peixes, couve, acelga, brócolis e nabo.

Com o fim da menstruação, a perda de ferro do organismo diminui e por isso, as mulheres com mais de 50 anos podem diminuir o consumo de carnes vermelhas e dar preferência para as carnes brancas.

Outra boa dica é procurar alimentos ricos em fibras e sem gorduras vegetais. O azeite de oliva, a linhaça, os derivados da soja e grãos como a lentilha e o feijão também são grandes aliados.

Nas dicas alimentares para menopausa entram ainda as frutas e verduras e alimentos diuréticos, como abacaxi, a alface, o pepino. Café, refrigerantes, alimentos estimulantes e bebidas alcoólicas devem ser evitados. Eles causam irritabilidade, ansiedade, insônia e interferem na absorção do cálcio, provocando enfraquecimento dos ossos.

Para você