Dicas de Mulher Dicas de Beleza

Dermolipectomia dos braços – A cirurgia do “tchauzinho”

Os principais motivos para a flacidez nos braços são a perda de elasticidade da pele com o passar do tempo e os emagrecimentos

em 11/11/2014

A flacidez é sempre motivo de incômodo para qualquer mulher, e até para os homens. Ela ocorre principalmente quando a pele apresenta algum excesso em relação ao conteúdo que envolve. Isso ocorre frequentemente após gravidez ou emagrecimentos. Também pode ocorrer com o passar dos anos, com o afinamento da pele e a perda de sua elasticidade.

Por ser a pele do braço muito fina, especialmente a da face interna, a flacidez dos braços ocorre frequentemente com a idade ou depois de emagrecimentos. O excesso de pele no local faz com que ao movimento ocorra um movimento pendular, o famoso “sinal do tchauzinho” – temido pelas mulheres.

Muitas vezes o excesso e flacidez de pele acompanha um acumulo de gordura local. A correção pela cirurgia plástica visa retirar os excessos de pele e/ou gordura.

A braquioplastia ou dermolipectomia do braço é a cirurgia plástica que retira um fuso de pele onde houver excesso. Se em pequena quantidade, casos raros na verdade, o fuso pode ser feito apenas na axila. Entretanto, na maioria dos casos, o excesso de pele acomete o braço até o cotovelo, sendo preciso retirar mais pele e com isso a cicatriz fica maior, estendendo-se até quase o cotovelo.

A lipoaspiração pode ser associada à dermolipectomia dos braços nos casos em que haja gordura em acúmulo. Primeiramente a lipo é realizada, fazendo com que após a retirada da gordura a pele fique ainda mais flácida. Na mesma cirurgia, a pele é retirada na sequência.

A cirurgia é feita geralmente com anestesia local e sedação, com alta no mesmo dia. Não costuma ser dolorosa a recuperação. Drenagem linfática e ultrassom são importantes no pós-operatório. É comum a cicatriz ficar avermelhada por quase um ano, podendo alargar um pouco. Como a cirurgia plástica é a troca de uma forma por uma cicatriz, creio que a braquiplastia está bem indicada nos casos em que a flacidez é intensa e gera um grande incômodo ao paciente, ao ponto de valer a pena esta troca.

Andre Colaneri

é colunista do Dicas de Mulher e especialista em Cirurgia Plástica

Comentários
Dicas relacionadas