Depilação elétrica

Os depiladores elétricos são ideais para deixar as pernas lisinhas e conseguem arrancar pela raiz até os pelos mais curtinhos

Escrito por Deborah Busko

A depilação elétrica pode ser uma grande aliada das mulheres que evitam o método tradicional de depilação com cera e nem pensam em se render à depilação com lâmina, que apesar de prática pode causar alergias e irritação na pele.

A técnica arranca os pelos pela raiz assim como a depilação com cera, mas sem fazer sujeira. Pode ser a solução perfeita para situações inusitadas, como um convite surpresa para aproveitar o dia na piscina, uma festa de última hora em que é preciso mostrar as pernas usando vestido.

Os depiladores elétricos são ideais para deixar as pernas lisinhas e conseguem arrancar até os pelos mais curtinhos, inclusive de áreas sensíveis, como virilha e axilas.

Algumas mulheres evitam a depilação elétrica por medo de sentir dor. A sensação desagradável e dolorosa da retirada dos pelos pela raiz era problema quando os primeiros modelos foram lançados, mas os aparelhos de hoje estão cada vez mais modernos, funcionais e cheios de recursos para minimizar o desconforto. Existem modelos que resfriam e anestesiam a área a ser depilada, por exemplo.

Vantagens da depilação elétrica

A depilação elétrica tem suas vantagens se comparada com outros métodos para remover os pelos indesejáveis. Uma delas é a comodidade, a mulher se depilar sozinha e em casa mesmo. Outro fator importante é a higiene, já que o uso do aparelho é individual e elimina o risco de contaminações.

Sem contar que a depilação elétrica é uma técnica mais duradoura do que a lâmina. Como o fio é tirado completamente, é possível ficar até três semanas com a pele lisinha e o risco de aparecerem os pelos encravados é menor. Também é uma opção mais barata, considerando que há gastos apenas com o investimento inicial da compra do depilador elétrico, que tem grande durabilidade.

Assuntos: Corpo, Depilação

Para você