Cremes anticelulite: informe-se para escolher os melhores produtos

A celulite acomete mais de 90% das mulheres e está associada a diversos fatores

Escrito por Tais Romanelli

Foto: Thinkstock

A celulite é um problema que incomoda muitas mulheres, especialmente no período do verão, quando é esperado que elas usem biquínis, maiôs ou, simplesmente, roupas mais curtas. Exatamente por isso existe uma grande preocupação por parte delas em buscar produtos e tratamentos que possam amenizar esses sinais na pele.

Mas será que existe mesmo uma maneira de combater as celulites? Os cremes anticelulites são realmente eficazes? Ou melhor, é possível evitar que elas apareçam? Abaixo, profissionais respondem a essas e outras dúvidas sobre o assunto.

Produtos e tratamentos

Ao falarmos em combater a celulite, logo pensamos nas diversas opções de cremes anticelulites existentes hoje no mercado. Mas será que eles são mesmo eficazes?

Elisabete Dobao, médica pós-graduada em Dermatologia, membro da Academia Europeia de Dermatologia, explica que os cremes anticelulites são uma boa opção para tratar a pele com celulite leve e agem como auxiliares aos tratamentos de alta tecnologia disponíveis em consultórios dermatológicos. Porém, eles não funcionam sozinhos.

“Isso porque a celulite tem vários fatores que contribuem para sua formação: como as alterações hormonais gerando retenção líquida; a presença de gordura localizada ou a má circulação por alguma patologia ou ate mesmo pelo uso de roupas apertadas. Assim, o tratamento não possui só uma vertente, mas, sim, várias frentes de trabalho”, diz.

A dermatologista Isabel Martinez reforça que os cremes são coadjuvantes no tratamento de celulites. “Não podem ser únicos e devem ser usados com massageadores, em movimentos circulares, de preferência após banho morno – que aumenta a vasodilatação, o que, com a massagem, ajuda a penetrar o produto”, diz.

A dermatologista Elisabete Dobao destaca que existem bons produtos anticelulites, com substâncias ativas capazes de promover a quebra de gordura, melhorar a firmeza e estimular a circulação. “Além disso, eles também procuram garantir que aquele ativo penetre até o local desejado para funcionar perfeitamente, além de terem um efeito cosmético e perfume cada vez mais agradáveis. São rapidamente absorvidos e têm poder de hidratação e, alguns, até efeito lift, melhorando a qualidade da pele no local aplicado”, diz.

A dica da dermatologista Isabel Martinez é apostar em cremes que contenham: cafeisilane C (cafeína ligada a silício), que atua nos adipócitos; carnitina, que age na gordura; antideglicante; lotus rutina, que é anti-inflamatório e antioxidante, além de proteger a microcirculação e diminuir o edema. E ainda, asiaticosídeo, que estimula a circulação venosa e a produção de fibroblasto.

Abaixo, você confere uma galeria com bons produtos anticelulites indicados pela dermatologista Elisabete Dobao:

Anticelulite Celluli Laser™ Intensive Night por R$209 na <a href="http://www.sephora.com.br/biotherm/tratamento/corpo/anticelulite-celluli-laser-intensive-night-7836 " target="_blank">Sephora</a>

Dior Svelte Reversal por R$266 na <a href="http://www.laffayette.com.br/produto/anticelulite-dior-dior-svelte-reversal-200ml.html" target="_blank">Laffayette</a>

Vichy Cellu Destock por R$70,24 na <a href="http://www.cosmetis.com.br/vichy-celludestock-anti-celulite-300ml.html " target="_blank">Cosmetis</a>

Nivea Body bye-bye Celulite por R$43,69 <a href=" http://www.sepha.com.br/tratamento-anti-celulite-nivea-body-bye-bye-celulite-unissex-200ml-nivea-7773.html " target="_blank">Sepha</a>

O que são celulites?

Antes mesmo de sair por aí em busca de cremes que possam ajudam a combater as celulites, é importante entender o que elas representam e como podem ser evitadas.

Isabel Martinez destaca que é importante que as pessoas entendam que a lipodistrofia ginóide – popularmente conhecida como celulite – acomete mais de 90% das mulheres e está associada a diversos fatores, como questão hormonal, genética, hábitos alimentares, hábitos posturais, entre outros. “Dessa forma, não existe milagre para o seu tratamento, mas, sim, uma reeducação desses diversos fatores”, diz.

Ainda de acordo com a dermatologista, as principais características da celulite são:

  • Hipertrofia (aumento) do tecido gorduroso;
  • Alterações vasculares;
  • Edema (inchaço);
  • Alterações das fibras elásticas;
  • Envelhecimento da pele;
  • Hiperpolimerização das glicosaminoglicanas, que piora a flacidez.

Isabel Martinez explica o que a paciente com celulite vê em sua pele:

  • Aspecto “casca de laranja”;
  • Nódulos;
  • Adiposidade, às vezes;
  • Equimoses ( manchas roxas).

Os sintomas que a paciente pode sentir são:

  • Dor na coxa;
  • Redução da temperatura local.

Prevenção

E a pergunta que não quer calar é: há como evitar o surgimento de celulites? Isabel Martinez explica que, contra os fatores genéticos, não temos como agir e, dificilmente, temos como agir na parte hormonal. Mas é possível trabalhar na questão da alimentação, optando por alimentos que não geram processos inflamatórios nas células e não causam edema.

Abaixo, a dermatologista Isabel e Juliana Ramos, nutricionista do Programa Skyn & Body da Clínica Martinez, dão algumas dicas:

  • Apostar numa dieta anti-inflamatória: aumentar ômega 3, por meio de peixes como sardinha, atum e por óleos vegetais de chia e linhaça.
  • Evitar alimentos industrializados ricos em gorduras inflamatórias de alto índice glicêmico e teor de sódio, como: macarrão instantâneo, lasanhas prontas, nuggets, biscoitos recheados etc.
  • Tomar sucos antioxidantes, que auxiliam no processo de melhora.
  • Melhorar a drenagem linfática através de hábitos como, por exemplo, não ficar muito tempo sentada. Mas, caso precise ficar, é recomendável usar assentos com bolinhas tipo de caminhoneiro para massagear; ter aparelhos embaixo da mesa para movimentar as pernas; usar roupas adequadas (hoje existem, por exemplos, peças com sistema de drenagem).
  • Usar da tecnologia: estimular o colágeno através de aparelhos como radiofrequência monolopar, bipolar ou tripolar.

Portanto, se a celulite é um problema que te incomoda, não deixe de procurar um profissional que possa ajudá-la. Ele poderá indicar os melhores produtos e tratamentos para o seu caso, enquanto uma nutricionista passará todas as orientações a respeito de uma alimentação adequada. Afinal, apostar em alimentos e bebidas certas é um bom passo para evitar as celulites!

Assuntos: Celulite, Pele

Para você