Creme manipulado ou creme industrializado: vantagens e desvantagens de cada um

Saiba quais são os benefícios e malefícios de cada forma de tratamento

Escrito por Ana Carolina Gabriel

Pele saudável, sedosa e totalmente hidratada. É o que prometem os cremes revitalizantes ou simplesmente os hidratantes corporais. De diversas marcas, preços e formas, eles podem ser manipulados por farmácias especializadas ou também os industrializados que já vem pronto da fábrica. Mas afinal,qual é a diferença entre cada um?

Segundo a dermatologista Mariana Coelho, atualmente o mercado de cosmético evoluiu de tal forma que os produtos industrializados competem entre si pela grande eficácia que eles proporcionam. “Dependendo do tipo de caso do meu paciente, indico os prontos de fábrica, pois eles tiveram um grande aumento da qualidade, o que o deixa tão eficaz quanto os manipulados”, comenta.

Cremes manipulados

Para a dermatologista, os cremes manipulados são indicados para pacientes que precisam de determinados componentes a mais ou específicos na formulação para o tratamento.

“Podemos tratar duas ou mais situações com os produzidos em farmácias de manipulação, pois é possível adicionar componentes que tratem por exemplo, manchas e envelhecimento da pele em um único medicamento”, explica Mariana.

Além de permitir com que o dermatologista especifique exatamente o ativo que o medicamento deve ter, os manipulados são economicamente mais viáveis, o que não necessariamente reduz a excelência no tratamento.

“Eles são sim mais baratos que os industrializados, porém, se feito de acordo com as orientações do profissional e em uma farmácia de confiança, os resultados são tão bons quanto os comprados em lojas de cosméticos”, comenta a dermatologista.

Dependendo do caso, são os manipulados que melhor desempenhará o tratamento da pele. “Para saber qual é a melhor opção de creme, é preciso que o paciente peça orientações ao profissional que poderá analisar qual tipo de medicamento é indicado para o caso”, recomenda Mariana.

Porém, por serem produzidos com componentes diversos, podem ocorrer alergias na pele. “Eles podem sim causar algum tipo de reação alérgica no paciente, por isso, a necessidade de haver orientações e prescrições médicas”, explica a dermatologista.

Cremes industrializados

Os cremes industrializados são destinados exatamente ao problema do paciente detectado pelo dermatologista. “Os feitos em indústrias também oferecem bom resultado. Como foi testado em laboratórios, sabe-se quais são os efeitos colaterais que podem aparecer”, comenta a dermatologista.

Por serem testados antes de ir para as gôndolas das lojas, eles não variam o padrão de qualidade. “A penetração dos produtos são bem eficazes devido aos testes nos laboratórios”, explica Mariana Coelho.

Porém, como os componentes já são pré fabricados para tratar exatamente o problema, não há a possibilidade do médico unir mais ativos para outros tratamentos.

Assuntos: Pele

Dicas pela Web