Controle a ansiedade e trabalhe melhor

Desenvolver alguns hábitos para controlar a ansiedade é essencial para trabalhar com mais tranquilidade

Escrito por Carolina Werneck

Foto: Thinkstock

A ansiedade é o mal do século. A chamada geração Y e sua sucessora, a geração Z, estão em contato com as mais avançadas tecnologias e são fruto de uma sociedade que se acostumou a ver as informações correndo em velocidade extremamente acelerada. Daí a dificuldade que os integrantes dessas gerações sentem em manter o equilíbrio emocional em meio às atividades diárias.

A internet e as exigências profissionais cada vez mais amplas acabaram criando uma leva de seres humanos capazes de lidar com sistemas complexos e diferentes idiomas com habilidade ímpar, mas que se sentem inseguros ao tratar dos próprios sentimentos e reações emocionais. Esses fatores levam à dependência compulsiva e crescente de psicotrópicos, inibidores neurológicos e todo tipo de medicamento capaz de trazer algum alívio a esses estados de alteração emocional.

Mas, se o problema é exatamente o método de trabalho atual, que exige muitas horas de dedicação e esforço pessoal, é possível controlar a ansiedade no ambiente de trabalho?

A resposta é sim. Desenvolvendo alguns hábitos, os efeitos da ansiedade na sua vida profissional podem ser minimizados ou mesmo anulados.

Haja com segurança

A insegurança é uma causa comum da ansiedade. Se você não se sente segura para desempenhar a função de que é encarregada, procure estudar e se preparar melhor para ela. Pergunte, peça ajuda, não tenha vergonha por não saber tudo e, principalmente, entenda que os erros e falhas são importantes para o crescimento profissional. Se você se considera apta para as atividades que desenvolve, esforce-se para lembrar disso quando a ansiedade quiser aparecer.

Saiba lidar com as críticas

No ambiente de trabalho, é normal ouvir críticas. Os principais responsáveis por esse tipo de comentário são os chefes, que acabam levando fama de chatos e intransigentes. Esse estereótipo nem sempre é verdadeiro. Aprenda a ouvir o que seus colegas têm a dizer sobre o seu trabalho, principalmente seu chefe. Avalie o que ouviu com tranquilidade e honestidade; ao final, aplique ao seu trabalho apenas o que considerar válido, mas não fique remoendo o que foi dito.

Diga não

Assumir tarefas em excesso apenas para agradar a outras pessoas, consciente de que não vai conseguir cumpri-las, é uma maneira eficiente de gerar ansiedade desnecessária. Nos momentos de ócio, não custa nada dar uma mãozinha aos seus colegas de trabalho ou tomar a frente de algumas atividades extras.

No entanto, use o bom senso: se você já tem tarefas programadas e acha que pode se sobrecarregar, dizer não é a atitude mais honesta e correta a tomar.

Não exija demais de si mesma

Algumas empresas têm por hábito pressionar seus funcionários, exigindo deles o cumprimento de tarefas numerosas em um curto espaço de tempo. Se esse é o caso do seu trabalho, não seja perfeccionista demais. Desenvolva as atividades que precisa desenvolver da melhor maneira possível, no tempo que lhe é fornecido, mas não queira que elas saiam perfeitas. Aqui, tenha como lema o velho ditado: a pressa é mesmo inimiga da perfeição.

Dicas pela Web