Dicas de Mulher Dicas de Comportamento

Conheça a teoria dos 21 dias e mude de vida

O cérebro humano precisa de 21 dias para assimilar um novo hábito - e isso faz toda a diferença na hora de mudar comportamentos negativos

em 02/02/2013

Foto: Thinkstock

Começar uma dieta, pagar as contas atrasadas, superar o fim de um relacionamento, guardar dinheiro: o que essas coisas têm em comum é que, para cumprir todas elas, é necessária uma bela dose de força de vontade. Entretanto, depois que começamos, percebemos que nenhuma delas era assim tão difícil de alcançar. Essa dificuldade que enfrentamos para dar o pontapé inicial em grandes projetos é explicada pela “teoria dos 21 dias”, já ouviu falar?

A teoria foi formulada pelo cirurgião plástico americano Maxwell Maltz em meados da década de 1960. O médico observou que seus pacientes levavam em média 21 dias para começar a notar os benefícios e mudanças após um procedimento cirúrgico. Isso acontecia porque, conforme o tempo passava, os pacientes vibravam positivamente em relação aos resultados da cirurgia, imaginando os benefícios do tratamento e, dessa forma, sentindo-se mais otimistas e motivados.

De acordo com os estudos feitos por Maltz, essa teoria se aplica às mais diferentes áreas da vida humana. Em outras palavras, após um período de 21 dias fica mais fácil permanecer firme no propósito feito, qualquer que tenha sido ele.

“Quando encaramos uma mudança como algo definitivo, permanente, pode parecer assustador. O suficiente para nos impedir de começar. No entanto, se você encarar a mudança como temporária, fazendo um acordo consigo mesmo estabelecendo que após o período de 21 dias você poderá voltar ao que era antes se quiser, a tarefa pode ficar mais fácil. Na prática, o esforço é exatamente o mesmo, mas as chances de você se sabotar ficam menores”, diz a psicóloga Margareth Alves.

21 dias é o tempo que o cérebro precisa para interpretar um novo hábito como um padrão estabelecido e torná-lo automático. Na prática, isso significa que você não precisará mais pensar para agir de determinada forma, porque seu corpo já estará ligado no “piloto automático”, realizando a tarefa com naturalidade e exigindo menos esforço pessoal.

Aplicando a teoria

Faça uma pequena lista com os hábitos que você gostaria de modificar na sua vida. Emagrecer, parar de fumar, cortar o consumo de refrigerantes, guardar dinheiro para dar entrada na casa própria ou qualquer outra coisa. O importante é colocar na ponta do lápis aqueles comportamentos que você quer eliminar. Quando terminar, escolha o que considera mais difícil e comece por ele. Não tente aplicar a teoria a todos os hábitos nocivos de uma só vez. Devagar e sempre.

Tenha consciência de que a abstinência requer esforço e, com certeza, não será facilmente vencida. Quando pensar em desistir, lembre-se do objetivo que pretende atingir e dos resultados positivos que isso teria em sua vida.

Da mesma forma que funciona para eliminar hábitos ruins, a teoria dos 21 dias também ajuda a estimular comportamentos que, apesar de positivos, você ainda não pratica: começar a praticar exercícios, ler, meditar, desenvolver trabalho voluntário, aprender a tocar um instrumento, enfim, qualquer tipo de hábito bacana que você queira incluir na sua rotina.

Combine consigo mesma que fará determinada coisa durante pelo menos meia hora todos os dias, durante 21 dias. Muito provavelmente, ao final do período, o costume será tão natural que você não entenderá como viveu tantos anos sem ele.

Comentários
Dicas relacionadas