Como tratar insônia e distúrbios do sono

Saiba mais sobre a insônia e como ela pode ser tratada

Escrito por Deborah Busko

Dormir é uma necessidade fisiológica de todo ser humano, é um momento fundamental para o descanso do corpo e da mente. Mas ter uma boa noite de sono acaba sendo difícil para algumas pessoas. Elas sofrem com a insônia ou outros distúrbios do sono, que são responsáveis por noites mal dormidas e se não forem tratados, podem resultar em outros problemas.

Sintomas da insônia

Ter uma noite de sono tranqüila interfere muito no bem-estar, isso porque dormir é uma forma de repor as energias. Quem não dorme bem sofre com os sintomas da insônia, que são o cansaço, mau humor, dores de cabeça, dificuldade de concentração e perda de memória. A falta de sono pode provocar ainda envelhecimento precoce e queda na imunidade do organismo.

Na maioria dos casos, a insônia pode estar relacionada à ansiedade, depressão, estresse ou pode ser sintoma de alguma doença. As alterações hormonais também podem provocar insônia, por isso ela afeta mais as mulheres.

Tratamento para insônia

A insônia pode se manifestar de três formas. A pessoa demora para iniciar o sono, acorda durante a noite ou desperta muito cedo.

Se ocorrer por até uma semana ou num período de preocupação e estresse, é considerada insônia passageira. Mas se o problema persistir por mais de três semanas, trata-se de insônia aguda. A insônia costuma ser progressiva, portanto o ideal é procurar ajuda assim que ela der os primeiros sinais. E para combater este distúrbio, é importante diagnosticar sua causa para então fazer o tratamento correto.

Uma das formas de tratar insônia é fazer um estudo do sono através de um exame chamado polissonografia. O paciente passa a noite em um quarto ou laboratório monitorado por aparelhos que avaliam as funções cardíacas e respiratórias, bem como a movimentação dos olhos e do corpo. Assim, é possível identificar os estágios do sono e se a pessoa sofre de apnéia, a interrupção involuntária da respiração enquanto dorme.

Caso a apnéia não seja diagnosticada, a má qualidade do sono está relacionada à insônia. Os medicamentos para controlar a ansiedade ou a depressão também são utilizados para tratar a insônia. Porém, alguns deles podem causar dependência e tolerância.

Dicas pela Web
Comentários